Wesley Duke Lee Art Institute, de Patricia Lee, participa pela primeira vez da Art Basel Miami Beach 2017

Wesley Duke Lee Art Institute, de Patricia Lee, anuncia sua primeira participação na Art Basel Miami Beach 2017, por meio de uma parceria inédita entre Ricardo Camargo Galeria Galeria Almeida e Dale. Inserida na sessão “Survey” da feira internacional, a mostra é ambientada com parte do ateliê-casa onde funciona o Instituto – móveis, fotografias, pincéis e instrumentos utilizados pelo artista etc. -, e apresenta 9 obras criteriosamente selecionadas, realizadas em fases distintas da produção de Wesley Duke Lee, evidenciando seu estilo, a diversidade de seus trabalhos e de suas referências. 

 O início da projeção internacional de Wesley Duke Lee se dá após a premiação na Bienal de Tóquio (1965), onde é também selecionado para a Bienal de Veneza (1966), com a primeira obra arte ambiental “Trapézio”. Durante sua permanência em Nova York, recebe um convite do diretor do Museu Guggenheim e é chamado a expor junto aos mestres do Pop-Art – Robert Rauschenberg, Jasper Johns e Oldenburg – na Galeria Leo Castelli. Os trabalhos representativos do período após seu retorno ao Brasil, que causaram grande impacto no circuito local com séries de quadros-esculturas, culminam com os espaços de seus ambientes tornando-se uma das mais originais contribuições à arte contemporânea brasileira, reconhecido por Helio Oiticica como um dos precursores da “nova objetividade”, lembra a historiadora Cláudia Valladão de Mattos. Sou um artesão de ilusões. O que realmente me interessa é a qualidade da ilusão. Se você conseguir atravessar o espelho e tiver a coragem de olhar para trás, você não vai ver nada“, declarou Wesley em uma de suas entrevistas.  

 Após 2 anos da inauguração do Wesley Duke Lee Art Institute, é chegada a hora de recolocar o nome deste importante artista brasileiro no circuito internacional. As obras exibidas no stand da Art Basel Miami Beach 2017 são: (1) Capacete do mestre Khyrurgos, de 1962 – a mais antiga do conjunto, possui enorme importância histórica, pois traz duas fortes tendências na obra de Wesley, o experimentalismo de cunho mitológico e a colagem; (2) A Zona: I Ching, de 1964 – pintura a óleo e colagem sobre tela; (3) Cinco comentários ternos sobre o Japão ou Obrigado Japão!, de 1965 – enfocam diferentes símbolos da cultura japonesa atados por um cordão, formando uma unidade; (4) A Zona: Arino Boa Viagem, de 1969 – obra produzida em Los Angeles, quando viajava com dois amigos; (5) Retrato de Luzia ou a respeito de Titia, de 1969 – nesta série, Wesley agrega objetos e plantas, vegetais vivos às telas, tentando aprofundar o sentido de aproximação de mundos diferentes; (6) O/Limpo: Anima, de 1971 – conjunto de objetos em papel machê, metal, tecidos, madeira, plástico, ferro, palha, terra, pedra e osso; (7) A iniciação do mito de Narcisssus, de 1981 – um retrato inspirado na atriz Sonia Braga, feito em lápis, lápis de cor, guache, nanquim, carimbo, colagem, fita adesiva sobre cartão e papelão; (8) O Salto do Xhaman, de 1982 – tríptico feito com fotos, barbante, pena, fita adesiva, pastel e acrílica sobre cartão; (9) Tantratem, de 1999 – “(…) trabalho que remete à energia sexual do tantra, evidenciando o que sempre foi tão caro à poética de Wesley: a duplicidade dos seus temas, o real e o mágico, o diálogo entre o mundo presente e o mundo dos sonhos“, nas palavras de Ricardo Camargo 

 

Serviço

Wesley Duke Lee Art Institute na Art Basel Miami Beach 2017 

Período: 7 a 10 de dezembro de 2017 

Local: Miami Beach Convention Center – Stand 53, Setor “Survey” 

Endereço1900 Washington Avenue – Miami Beach, FL 33139 

Horários: Quinta-feira, das 15 às 20h; sexta-feira e sábado, das 12 às 20h; domingo, das 12 às 18h 

Ingressos: USD 60 (day ticket) / USD 130 (permanent ticket) / USD 36 (valor para estudantes e idosos) 

Bazar da Cidade acontece de 15 a 17 de dezembro com delícias gastronômicas para quem quer se divertir e presentear!

 

Que febre é essa? O que existe nesta fórmula chamada “bazar”? Crise ou não-crise, os bazares estão cada vez mais conquistando espaço, demarcando território e atraindo consumidores. Pipocam pela cidade e pelo país.
E para um bazar ser realmente sucesso de público, precisa ter expositores gastronômicos atraentes. Lisabel Pereira, curadora do Bazar da Cidade, acredita nisso. E para esta sexta edição, que às vésperas do Natal levará 50 expositores para Moema, no espaço Obra de Arte, Lisabel selecionou sete marcas que garantirão boa comida, comidinhas e doces irresistíveis, espumantes nacionais e vinhos franceses e um ótimo café para arrematar.
​Entre os 50 expositores do Bazar da Cidade, não faltam opções para presentes: vestuário feminino, jóias e bijoux, óculos, bolsas e carteiras, cerâmicas, utilitários de crochê, saboaria e muitas outras coisas para a casa.
​Confira a lista de expositores gastronômicos: ​

Café Fora da Lei
Este é o nome do divertido e muito simpático empreendimento dos jovens Cláudia Sukuki e Kauã Sperlling​. Numa caminhonete Ford F75 de 1969, eles levam ao Bazar da Cidade seis ​diferentes tipos de café (preparados com café da variedade Catuaí Vermelho): expresso, coado, irish coffee, com leite de coco, cappuccino e gelado. Para acompanhar, cookies deliciosos.
​Grão Vizir Masalas e Especiarias
Marcelo Nestari leva ao Bazar da Cidade as ervas e temperos da sua Grão Vizir, produtos exclusivos que encantam todos os sentidos. As masalas (termo indiano para mistura de ervas e especiarias) são pra lá de especiais. Entre elas, Curry de Madras, Garam Masala, Kashmir Masala, Panch Phoron Rajasthani, Tandoori Masala e Tchai Masala – esta uma combinação de chá preto, leite e especiarias com sabor picante e ao mesmo tempo adocicado, que proporciona uma sensação indescritível. Destaque também para a Calda de vinho e especiarias, para ser explorada em muitos pratos – a combinação de vinho com açúcar demerara e especiarias pode ser usada tanto em bolos e frutas, quanto em carnes e queijos. ​Para o Natal​​, destaque para o Bolo dos Reis (com chocolate 70% cacau, amêndoa,​​ tâmara, castanha-do-pará​​, ameixa, banana passa, especiarias​​ e bebidas) e o Bolo Grão Vegano (com nozes, castanha-do-pará, amêndoa, uva-passa, damasco, chía, especiarias e be​bidas). O preço dos bolos é o mesmos para os dois tipos: R$ 14,00 (100g) e R$ 36,00 (500g).

ll Riccio
Os loucos por comidinhas de bazar vão poder levar para casa as criações de um casal que entende muito de cozinha italiana, a brasileira Marcella Avian e o italiano Matteo D’Androsi. Eles participam do Bazar da Cidade com uma atraente linha de produtos: abobrinhas, berinjelas e cogumelos grelhados, caponata de berinjela, lasagna al sugo, grissini, taralli (biscoito de azeite extra virgem), ciambelline al vino (biscoito de vinho tinto) e biscotti di ceglie (biscoito de amêndoas). Irresistíveis são os pães produzidos pelo chef Matteo, como o Pane Pugliese, de sêmola, R$ 12,00; o Pane all’olio, de azeite, R$ 12,00; a Focaccia Pugliese, R$ 15,00; o pão de uva-passa e nozes, R$ 18,00; o pão integral multigrãos, R$ 18,00; o cornetto, R$ 7,00 cada; e os Grissini, 200g R$ 15,00.

La Conservaria
A empresa nasce da paixão pela Gastronomia​​ da italiana Graziana Matera, que une a tradição de fazer​​ conservas à inspiração pela busca de novos​​ sabores. Na Itália, conservar vem da necessidade e de respeito às estações, é armazenar o melhor das frutas e legumes para qualquer momento do ano.​​ A proposta da Le Conserveria é perpetuar esse tipo de conhecimento, através de uma fabricação artesanal de qualidade, sem quaisquer aditivos químicos. No Bazar da Cidade, Graziana Matera estará com suas geleias e chutneys. Entre os chutneys, o mediterrâneo e o de cebola roxa com vinagre balsâmico​​. Entre as geleias, a de alho com pimenta calabresa​​, a de pimenta com alecrim​​, geleia de amora com lavanda e laranja com manjericão, entre outras.

Move
Carrinho móvel de espumantes e vinhos desenvolvido​ pela sommelière Carolina Fonseca. O carrinho tem uma adega em seu interior e as taças de espumantes ficam de brinde para os clientes. Carolina Fonseca é formada pelo International Wine & Spirit MBA (Kedge) de Bordeaux; cursou o WSET níveis 1, 2 e 3; e hoje é parceira da consultoria Enocultura. Para o Bazar da Cidade, Carolina selecionou três espumantes nacionais e ainda dois vinhos franceses, um tinto e um rosé.​​ Os rótulos: Araucuri (brut 100% chardonnay, com notas de damasco, raspas de limão e pão fresco. Preço taça: R$ 22,00); ​​Cave Geisse (um dos espumantes brasileiros mais premiados – 70% chardonnay, 30% pinot noir, método champenoise, com aromas tostados de mel, damasco e amêndoas.​ Preço taça: R$ 25,00); Decima Brut​​ (riesling itálico e viognier, notas cítricas e floral. Preço taça: R$ 18,00); Domaine de La Motte Grand Pinot Noir Languedoc-Roussillon (Preço taça, R$ 22,00; garrafa, R$ 65,00); e Bordeaux Château La Jalgue Rosé (Preço taça, R$ 22,00; garrafa, R$ 65,00). Os espumantes poderão também ser comprados em garrafas, a preços entre R$ 70,00 a R$ 90,00.

Q Gastronomia
Restaurante oficial desta edição do Bazar da Cidade, a Q Gastronomia, da chef Larissa Queiroz, vai oferecer todos os dias duas opções diferentes de massas artesanais (uma para o almoço e outra para o jantar); uma opção de proteína; uma salada; e duas opções de quiches ou tortas. Entre as​ massas​, raviol​li de​ ​​muzzarella de búfala​ ao molho de tomates ​rústicos​ e ​manjericão (R$ 30,00)​​;​ ​rondelli​ de zucca ao molho de manteiga, ​sálvia​​​ e amêndoas​ laminadas (R$ 30,00)​​.​ Outro prato delicioso é a moqueca vegetariana​ – com pupunha, banana da terra, shitake, shimeji, cogumelo paris, coentro, leite de coco, dendê, cebola e tomate ​​(R$ 30,00​)​. À tarde, ótimos lanches, como as tapiocas recheadas e o hambúrguer artesanal.​

Santo Vício Chocolates
Atelier de chocolates há mais de vinte anos no mercado. Idealizado e dirigido pela nutricionista Stella Ferreira, a marca é paulistana, com produtos feitos de forma artesanal e matéria-prima de qualidade. No Bazar da Cidade, o Santo Vicio terá: panetone de pão de mel recheado com brigadeiro, doce de leite ou damasco; chocotone recheado com brigadeiro; pães de mel decorados e com recheios​​ diversos; dragée de chocolate; frutas com chocolate; biscoitos, pirulitos e bolos decorados.​

Música… num belo jardim – Um dos ​fortes ​atrativos do Bazar da Cidade é ser realizado na Obra de Arte, um espaço de referência no mercado de bazares de São Paulo. Em sua parte de trás, a Obra de Arte tem um jardim muito especial, uma espécie de quintal dos velhos tempos, com flores e um centenário bambuzal.
E música – ao vivo! – não poderia faltar​ nesse bazar tão convidativo:

Trio Biê – Sábado, às 18 horas. O Trio Biê é formado por Loreta Colucci (voz), Luca Frazão (violão 7 cordas) e João Rodrigues (pandeiro). No repertório, sambas de raiz, de Noel Rosa a Paulinho da Viola, de Dona Ivone Lara a João Bosco.
AbandOnada – Domingo, às 18 horas. A banda liderada pelo tecladista Sérgio Paes toca no jardim o melhor do jazz e do blues.

Serviço – O Bazar da Cidade acontece nos dias 1​5, 16 e 17​ de Dezembro (de sexta-feira a domingo). Em todos os três dias, sempre das 11 às 21 horas.

Na Obra de Arte, Rua Indiaroba 97, Moema, tel. 5535-2935.

Entrada gratuita. Estacionamento bem ao lado.

ARLENE COLUCCI

 

 

 

 

 

 

 

Na dog.art também tem um gato muito especial

 

Designer de interiores Cristina Barbara esculpe gato em prol dos animais com revestimento da Lepri, feito com lama de Mariana.

Até 30 de novembro, acontecerá a exposição dog.art 2017, movimento artístico criado para chamar a atenção à proteção animal e difundir o acesso à arte. Esta edição, realizada no Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2.073 – Consolação), em São Paulo, trará entre as obras uma escultura de gato em tamanho real, assinada pela designer de interiores Cristina Barbara e customizada com materiais sustentáveis utilizados pela Lepri – Finas Cerâmicas Rústicas, empresa pioneira no segmento.

Segundo Cristina, “a peça é uma analogia entre uma gata que vive na lama, excluída, maltratada e abandonada – representada pelo rejeito de Mariana”.

imagem_release_1136372

Com a mesma matéria-prima do Brick Natura Cappuccino, a peça foi esculpida a partir de rejeitos de mineração da lama da barragem de Fundão, da cidade de Mariana, em Minas Gerais. Ideal para evidenciar espaços contemporâneos com toque de sofisticação, o revestimento também se diferencia por ter a aparência de veios ressaltados, o que permite dar volume aos ambientes.

Após a exposição, as obras serão leiloadas e com parte revertida para instituições ligadas à educação e ao amparo de animais abandonados.

dog.art 2017

Quando: de 14 a 30 de novembro período da exposição

Horário: de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h; e aos domingos, das 10h às 22h

Onde: Conjunto Nacional,Av. Paulista, 2.073– Consolação –São Paulo/SP

Chocolat du Jour cria bombons inspirados em Drinks Clássicos

Em uma nova parceria com a  Diageo,  a Chocolat du Jour desenvolveu 4 bombons inspirados em drinks clássicos para o “World Class Drink Festival”, maior festival de drinks do Brasil,com mais de 150 estabelecimentos participantes,que acontece entre os dias 14 e 26 de novembro em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Com as marcas Tanqueray, Bulleit,Ketel One e Ypioca, a Chocolat du Jour desenvolveu:

Bombom Gin and Tonic – Ganache de chocolate branco com infusão de alecrim e Tanqueray 10coberto por uma fina camada de chocolate branco e uma folha de alecrim caramelizada.

Bombom Old Fashion – Ganache de chocolate meio amargo e caramelo com infusão de laranja e Bulleit coberto por uma fina camada de chocolate ao leite e lascas de laranja.

Bombom Moscow Mule – Ganache de chocolate meio amargo com infusão de gengibre e Ketel One coberto por uma fina camada de chocolate meio amargo e um toque de açúcar e gengibre.

Bombom Caipirinha – Ganache de chocolate branco com infusão de limão e Yppióca Cinco Chaves coberto por uma fina camada de chocolate branco e lascas de limão.

Os bombons serão vendidos individualmente e também em caixas, com as quatro unidades, nos 4 endereços da marca em São Paulo.

Bombons Individuais – R$ 11,00 / un.
Caixa World Class (4 unds) – R$ 54,00 / un.

Chocolat du Jour

Loja Virtual – http://www.chocolatdujour.com.br

Flagship: Rua Haddock Lobo, 1421 – Jardins

Shopping Iguatemi – Piso Térreo

Shopping Cidade Jardim – Piso Térreo

Shopping Pátio Higienópolis – Piso Vilaboim

Cris Fusco
Flavia Fusco Comunicação

 

 

Cannoli de gelado: novidade na Moscatel Doceria

Novidade já pode ser encontrada pelo cliente na doceria instalada em um dos potos mais charmosos do Bixiga


A Moscatel Doceria juntou duas paixões italianas em uma única sobremesa e trará para as estações mais quentes do ano uma novidade deliciosa e refrescante: cannoli com recheio de gelato artesanal feito na casa. Isso mesmo! Você leu certo. Cannoli com recheio de gelato!

Com uma fina massa doce enrolada, os cannoli – sobremesas sicilianas que se destacam pela delicadeza e sabor – são bem populares na Itália e essa nova versão pode ser recheada com gelato de Chocolate Maltado, Pistache, Sorbet de Frutas Vermelhas, entre outros. Cada unidade sai por R$ 10.

Os clientes que procurarem versões mais tradicionais do doce, podem escolher entre os recheios de ricota com limão siciliano, ricota com frutas cristalizadas, creme de pistache, creme de baunilha, creme de chocolate ou doce de leite. Estes saem por R$ 8 a unidade.

A Moscatel Doceria abriu as portas em 2014 e está instalada no número 655 da rua Treze de Maio, no coração do Bixiga.

Atala e Picchi juntos com menu surpresa nos 3 anos de Picchi

 

Nada mais justo do que comemorar os 3 anos de Restaurante Picchi convidando o incentivador da carreira do chef Pier Paolo  e com quem trabalhou em seu primeiro estágio, no extinto Filomena há 20 anos, o amigo e mentor chef Alex Atala.

A data do evento será 09/11, quinta-feira,  jantar. A reserva antecipada será imprescindível, já que o número de convidados não ultrapassará os 50.

No cardápio elaborado à dois foram garimpados inusitados ingredientes e com certificação, em alguns casos, de exclusividade do produto, garantido ao cliente uma experiência única nesta data. O menu não será revelado para garantir a surpresa, mas os chefs adiantam que terá peixes, trufas e outras iguarias vindas de norte ao sul do Brasil, além de outras regiões do mundo e harmonizado com vinhos de safras especiais.

Pier Paolo Picchi em 2017

O Chef do Picchi recebeu a emblemática 1ª estrela de um dos guias mais importante da Europa, o Michelin, em sua edição brasileira. Outro feito foi a conquista de estar como o 2º melhor chef da cidade e seu restaurante na mesma posição, avaliado e indicado pela redação da revista Veja São Paulo, no anuário especial, Comer e Beber 2017/2018.


Evento: 3 anos de Restaurante Picchi
Data: 09/11 (quinta-feira), às 20h
Rua Oscar Freire, 533 – Jardins
Telefone de reservas:  (11) 3065 5560
Serviço de Rolha: R$ 70
E-mail para a reserva – picchiristorante@gmail.com
www.restaurantepicchi.com.br / Instagram: @restaurantepicchi