The Pastry Lab reúne, em São Paulo, os 5 melhores confeiteiros do mundo

As aulas acontecem entre os dias 9 e 10 de agosto

Pela primeira vez no Brasil, os 5 melhores confeiteiros do mundo se reúnem para um exclusivo e inédito evento do setor de confeitaria, “The Pastry Lab”, com objetivo de proporcionar novas oportunidades de conhecimento e trocas de experiências.

O time de primeiro escalão vem com os seguintes nomes célebres para o Brasil: Antonio Bachour e Ewald Notter, dos Estados Unidos, Carles Mampel, da Espanha, Davide Malizia, da Itália e o francês, Emmanuel Hamon.

Todas as aulas serão ministradas nos dias 09 e 10 de agosto, na Universidade Anhembi Morumbi, Vila Olímpia. Ao todo serão dadas 6 aulas com aproximadamente 1h30 de duração e espaço aberto para dúvidas e perguntas de mais 30 minutos.

Lembrando que haverá tradução simultânea e o custo dos cursos são de R$ 1.500,00 o pacote para todos os dias, não vendendo separadamente e oferecendo acesso à Feira Expo Chocolate/ Cake Design, no Shopping Frei Caneca.

Perfil dos Chefs Mundiais de Pâtisserie:
Antônio Bachour,vive em Miami e tem sua Bakery. Sua carreira começou em Porto Rico onde cresceu e encantou-se pela confeitaria, na padaria de sua família. Em 2011 foi selecionado pela revista especializada Dessert como um dos Top 10 Chefs de Confeitaria na América. Já lançou seulivro que ensina técnicas e habilidade na arte de preparar sobremesas.

Carles Mampel, chef confeiteiro catalão; suas criações consideram a importância dos detalhes: visual, sabores, texturas e aromas. Venceu o Champion Pastry chef  da Europa e Américas em 2000. Em 2005, recebeu o prêmio da imprensa de Lyon pelo “o melhor bolo de chocolate do mundo”.

Davide Malizia, italiano, campeão do mundo em peças em açúcar.  Em 2012, torna-se mestre AMPI (italianos Academia confeiteiros) e único membro da região do Lazio. Hoje David espalha seu pensamento através da experimentação contínua em seu laboratório dedicado ao açúcar artístico. Sua finalidade é divulgar tanto o açúcar quanto esta antiga técnica de decoração. Em 2013, venceu o Campeonato Mundial de Açúcar Artístico (A estrela de açúcar) no mesmo ano ele também ganhou em Rimini a Copa do Mundo de massa como treinador do Team Itália.

Emmanuel Hamon, chef patissier francês, é reconhecido mundialmente por combinar sabor, design e originalidade, especialmente em chocolate. É, desde 2013, “Maitre Chocolatier Fino de Aroma“, escolhido para ser o embaixador de uma das mais prestigiadas marcas de chocolate colombianos “Casa Luker” para a Europa e Rússia.

Ewald Notter, cria suas obras-primas com uma paleta de açúcar e chocolate. Trabalhou e competiu em mais de 15 países, ganhando vários prêmios, incluindo pelo menos 15 medalhas de ouro. Foi homenageado com o prêmio 5 Star Diamond como “um dos melhores chef confeiteiros do mundo”. É o fundador e Diretor de Educação da Notter School of Pastry Arts em Orlando, Florida, uma das mais prestigiadas escolas de confeitaria do mundo.

imagem_release_699980.jpg

THE PASTRY LAB
Anhembi Morumbi (Unid. V.Olímpia) – Rua Casa do Ator, 275
Data: 09 e 10 de agosto
Incluso no pacote o material didático e certificado de participação
Não será possível comprar aulas individuais
Telefones para compra:
Chef Lu Neves – (11) 2386-6047
Chef Giuliana Cupini – (11)5051-8318
Email: Rafael@operaganache.com.br
www.altaconfeitaria.com.br

 

Grande Hotel Campos do Jordão recebe roteiristas internacionais

Empreendimento sedia mais uma edição do workshop de roteiros, iniciativa que compõe a 5ª edição do Laboratório de Novas Histórias, projeto do Sesc/Senac

De 6 a 9 de outubro, o Grande Hotel Campos do Jordão – Hotel-escola Senac, recebe os participantes da 5ª edição do Laboratório de Novas Histórias, projeto idealizado pela produtora cultural Carla Esmeralda, que faz parte do Programa Sesc/Senac de desenvolvimento de roteiros e o aperfeiçoamento do ofício do roteirista no Brasil.

O encontro reúne jovens talentos, selecionados entre diversos inscritos, e importantes nomes do cinema brasileiro e internacional, como Roberto Edgar Gervitz e Juan Carlos Valdívia, para workshops e troca de ideias e experiências.

Pelo quinto ano consecutivo, o Senac apoia o Laboratório de Novas Histórias, iniciativa que reforça a importância do contato de profissionais em formação com nomes renomados do mercado. Além do Laboratório, interessados em ingressar ou se especializar na área de cinema e vídeo, encontram no Senac cursos livres, graduação e pós-graduação na área.

campos

Grande Hotel Campos do Jordão – durante 4 dias, o hotel-escola Senac recebe os roteiristas participantes e especialistas do Laboratório possibilitando a esse público uma verdadeira imersão no universo cinematográfico. Com a iniciativa, o empreendimento reforça sua função pedagógica, pois atua como ferramenta educacional dos cursos de hospitalidade desenvolvidos pela instituição.

Laboratório de Novas Histórias

Ao longo de sua quinta edição, o Laboratório de Novas Histórias recebeu mais de 900 inscrições. No total, já participaram 40 roteiros, entre eles o filme “Que Horas Ela Volta?”, de Anna Muylaert, selecionado para o Festival Sundance de Cinema e escolhido para representar o Brasil na competição de Osca de melhor filme estrangeiro na edição de 2016.  Outros sucessos que passaram pelo projeto e também ganharam as telas são “Cidade de Deus”, de Braulio Mantovani, “O Invasor”, de Beto Brant, Marçal Aquino e Renato Ciasca e “Boa Sorte”, de Jorge Furtado.

O encerramento do Laboratório de Novas Histórias 2015 acontece no 10 de outubro no Cinesec com exibição de filme e aula em conjunto. No dia 14 de outubro, o roteirista Leandro Assis fará palestra no Senac Lapa Scipião. Mais informações nos sites http://ww2.sescsp.org.br/novashistorias  www.sp.senac.br

Monica Soutelo comanda o “Sarau Memória do Samba: Um mergulho na vida e obra de Caymmi”, dia 6 de dezembro

No centenário de Dorival Caymmi, a polifonia homenageia esse ícone em um bate­papo cheio de ritmo sobre um dos maiores compositores da música brasileira. Você vai conhecer a história de vida e a obra deste baiano que colocou um novo tempero na cultura do país.

Sobre a discografia, você conhecerá as quatro fases da sua obra:

• Fase praieira
• Samba-canção
• Músicas folclóricas
• Samba remelexo

Sobre a professora:

Mônica Soutelo

Esta carioca, radicada em São Paulo, é uma contadora de histórias da música popular brasileira. É jornalista e pesquisadora, que há oito anos faz um resgate da nossa música. Mônica está na polifonia para transmitir todo seu amor e conhecimento sobre os ícones da nossa cultura musical.

Para inscrições e mais informações, clique aqui

Cake Boss no Brasil, dia 20 de julho, no Shopping Eldorado, em SP

No dia 20, domingo, Buddy Valastro estará das 16h às 19h no Átrio Jardins do Shopping Eldorado, em São Paulo, fazendo um show aberto para todo mundo acompanhar junto! Então pode chamar a mãe, a tia, a avó e até o papagaio! Não perca essa chance única!

No final, ele ainda participará de uma sessão de fotos! Veja no regulamento como tudo funcionará.

Fonte: Discovery Mulher

Música Estranha! – Encontro Internacional de Música Exploratória, de 4 a 7 de dezembro em SP

 Fotos: Ker-Xavier e Chris Schmidt e Alicia Clarke.

Três das atrações internacionais de Música Estranha! Encontro Internacional de Música Exploratória: o compositor e produtor inglês Gabriel Prokofiev (acima), o pianista sérvio-americano Ivan Ilić (embaixo, à esquerda) e o percussionista britânico Joby Burgess.

Durante quatro dias, de 4 a 7 de Dezembro, o evento Música Estranha! – Encontro Internacional de Música Exploratória vai reunir em São Paulo nomes de destaque da cena musical nacional e internacional. Gente que não apenas faz música, compondo e tocando, mas também discute e propõe novos modelos e mecanismos para a criação, produção e comercialização da música feita hoje. A programação tem concertos com o compositor inglês Gabriel Prokofiev e o percussionista britânico Joby Burgess, com o pianista sérvio-americano Ivan Ilić e com os brasileiros Trio Universos, Epifania Piano Trio, Alexandre Torres Porres, Duo Pé na Cozinha e Ricardo Carioba. O chef de cozinha e artista plástico Washington Silvera participa com a performance ‘Kitchen Dub Experience’. Há ainda palestras e debates, com presença de Jennifer Dautermann, americana radicada na Alemanha, diretora da feira Classical:NEXT. Música Estranha! acontece no Centro Cultural São Paulo e em dois locais alternativos da cidade: Espaço Zebra e Centro Cultural Rio Verde.

Com o sugestivo e provocante título de Música Estranha!, a ÁguaForte realiza em São Paulo o Encontro Internacional de Música Exploratória. O evento tem como proposta reunir agentes de toda a cadeia produtiva da música (músicos, produtores, distribuidores, etc.), do Brasil e de outros países. Tudo em torno da música feita hoje – chamada “clássica”, ou “experimental”, ou “arte sonora” –, buscando criar oportunidades e novos modelos e formar comunidades para a troca de know how. Além de concertos e shows, Música Estranha! terá workshops, palestras e debates.

Música inovadora e inquieta – O compositor e produtor Thiago Cury, diretor da ÁguaForte Produções, é o idealizador e diretor artístico de Música Estranha!. Para ele, a expressão que dá nome ao evento “remonta ao conceito do não usual, do extraordinário. Traz também algo que nos arrebata ou impacta no fruir sonoro musical”. Em nosso caso, acrescenta Thiago Cury, “definimos o conceito música estranha como a junção de múltiplas manifestações musicais voltadas a uma abordagem contemporânea, inovadora e inquieta, com os artistas em busca de novos paradigmas e relações sonoras na criação, interpretação e fruição musical. Nesse viés, em nosso evento abrimos espaço para experiências musicais desenvolvidas em conjunto com outras linguagens, como o audiovisual, a arte da iluminação, a culinária e o teatro musical”.

Música Estranha! – Encontro Internacional de Música Exploratória

De 4 a 7 de Dezembro (quarta-feira a sábado) no Centro Cultural São Paulo e também em locais alternativos – o Off Música Estranha! acontece no Espaço Zebra, casa galeria e ateliê no centro velho da cidade, e no Centro Cultural Rio Verde, espaço de experimentação artística em Pinheiros.

Teatro ÁGORA reabre dia 19 de setembro com espetáculos inéditos e a proposta de ser polo de cultura e pensamento

O ator e diretor Celso Frateschi encena o espetáculo O Teatro Nosso de Cada Dia. Os Doutores da Alegria estreiam O Homem que Fala. Palestras, debates, cursos e workshops integram o eixo da programação artística

Depois de reforma que atualizou suas estrutura e instalações e com a proposta de se estabelecer como polo de debate e difusão de Cultura e Pensamento, o Teatro ÁGORA reabre e reinicia suas atividades dia 19 de setembro, quinta-feira (para público dia 20) com a estreia do espetáculo inédito Teatro Nosso de Cada Dia (20 de setembro a 10 de novembro, sala Gianni Ratto), além de lançamento de manifesto (origem e base da identidade do Ágora) e da programação artística até dezembro de 2013.

Com café e jardim remodelados, além do novo espaço cênico Edith Siqueira, areabertura após um ano é marcada pela ampliação do conceito do teatro. As atividades permanentes do Ágora estão apoiadas em quatro eixos complementares, que em comum, possuem o pensar e fazer teatral: Agora em Cena (espetáculos),Agora Livre (palestras, debates), Agora Formação (workshops, cursos e projetos de montagens) e Ágora Conhecimento (publicações).

Ágora em Cena contempla a criação de diversas montagens teatrais desenvolvidas pela equipe do teatro e/ou por grupos convidados, exibidas principalmente nas salas Gianne Ratto e Espaço Edith Siqueira. Também com a ideia de sedimentar a formação de público, o teatro abre espaço para grupos e artistas, inaugurando com peça dos Doutores da Alegria (Homem que Falade 5 de outubro a 3 de novembro, sala Edith Siqueira). Coelho Branco, Coelho Vermelho (White Rabbit, Red Rabbit), de Nassim Soleimanpour, faz temporada nos meses de novembro e dezembro na sala Gianne Ratto.

Já o Ágora Formação engloba a realização de cursos de iniciação e formação continuada para atores, diretores e profissionais de teatro, bem como projetos de pesquisas teatrais. Nesse espaço, está o projeto Sessão da Tarde, dedicado à construção do trabalho de interpretação voltado a grupos de jovens artistas em processo de formação. As companhias já deverão possuir experiência em teatro. A ideia é estimular grupos de jovens atores com talento e sem espaço. A apresentação das peças, devido ao caráter formativo do programa, não conta com cobrança de ingressos. Grupos interessados em participar do projeto podem enviar carta de interesse e descrição da obra pelo email: agora@agorateatro.com.br

Para contemplar a realização de encontros, seminários e palestras, com temas diversos e relativos ao teatro, à vida na cidade e à cultura contemporânea, está oÁgora Livre. Enquanto isso, o Ágora Conhecimento é um eixo voltado a transformar a reflexão em publicações disponíveis ao grande público, por meio de publicações impressas e difusão virtual.

Sua programação traduz assim, em cada um dos seus quatro eixos, uma proposta de diálogo sobre como essa cidade em que estamos inseridos e tudo que acontece em seu cotidiano nos afeta.

“Com novas montagens, novos cursos, novos debates e novas publicações, queremos ser reconhecidos como marca cultural forte e ser vistos como colaboradores da formação do pensamento crítico e da produção teatral de qualidade na cidade de São Paulo”, fala o diretor e ator Celso Frateschi.

A respeito do Manifesto Ágora, Celso Frateschi diz que “ele é a origem e a base de nossa identidade. Expressa nossa visão de mundo, nossas crenças, nossa forma de pensar, fazer e questionar o teatro no século XXI”.

Programação

I – Agora em Cena

1 – Espetáculo Teatro Nosso de Cada Dia

De 20 de setembro a 10 de novembro –

Quinta, sexta e sábado às 21h e domingo às 19h, na Sala Gianni Ratto.

Abrindo a grade de programação, o Agora em Cena apresenta a peça Teatro Nosso de Cada Dia, em que o Ágora aprofunda ainda mais seu foco de pesquisa para expor ao entendimento o comportamento e as relações entre os homens nesse início do século. Registrar o seu tempo é ainda uma das principais funções da arte teatral.

“24 horas na cidade de São Paulo, narradas por recortes de personagens que mais escolheram do que foram escolhidos, fazer parte de nosso espetáculo. Fomos escolhidos por personagens que surgiram do anonimato e aceitamos com entusiasmo os seus pedidos de socorro para que passassem a existir. Da observação de registros fotográficos, entrevistas, aproximações, fatos noticiados e fatos vivenciados, surgiu a inspiração livre para a criação das cenas.”

“Seguimos o caminho que parte do dia a dia da realidade contemporânea para depois alçar a ficção. Por vezes, o próprio teatro aparece como personagem e interfere na história  emprestando-nos  seus clássicos, de Sófocles a Brecht, passando por Shakespeare e Tchecov. Todos nós representamos, mas quando o teatro nos representa surge a consciência da possibilidade do devir. Criamos nosso espetáculo como uma homenagem ao teatro, ao teatro cotidiano que se passa nas ruas e longe dos palcos, tão necessário ao homem quanto respirar e comer, e ao teatro de nossos grandes mestres, que generosa e involuntariamente, nos emprestam os seus textos para nos mostrar que tudo pode ser diferente quando surge a poesia.”

Ficha Técnica:

Texto: Trabalho coletivo com dramaturgia final de Celso Frateschi. Direção: Celso Frateschi. Co-Direção: Fernando Nitsch. Elenco: Belize Pinheiro, Celso Frateschi, Daniela Theller, Fábio Takeo, Fernanda Hartmann, Francisco Wagner e Teca Pinkovai. Cenário e Figurinos: Sylvia Moreira. Trilha original: Marcelo Amalfi. Cenotécnico: Luis Rossi. Comunicação: Bonaparte. Luz: Wagner Freire.Fotos: João Caldas. Assessoria de Imprensa: ArtePlural. Realização: ÁGORA TEATRO. Duração: 60 minutos. Temporada: QuintasSextas e Sábados às 21hs e Domingos às 19hs. Preço: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). Ingressos podem ser adquiridos pelo www.ingresso.com.br

TEATRO ÀGORA – (Sala Giani Ratto), Rua Rui Barbosa, 672 – Bela Vista. Telefone – (11) 3284-0290.Bilheteria – de segunda a domingo das 14 às 20 horas. Não aceita cartão. Cheque, cartão de débito e dinheiro. Tem ar condicionado. Tem acesso para deficientes físicos. Capacidade: 88 Lugares.Duração: 90 Minutos

________________________________

2 – Espetáculo O Homem que Fala – Doutores da Alegria

De 5 de outubro a 3 de novembro –

Sábado às 19h e domingo às 17h – no Espaço Edith Siqueira

“O homem que fala – Quando a doença revela

quem somos: viajantes em terras inimagináveis”

O espetáculo explora a condição humana, o homem se apropriando de um novo entendimento sobre o que são a saúde e a doença, mostrando a importância da memória no desenvolvimento e no reconhecimento de si. Uma síntese do que vemos em duas décadas dentro dos hospitais – o palhaço que atua sobre o lado saudável das crianças.

Numa sucessão de cenas, personagens sem nome tomam o palco, ora uma mulher observa pessoas e sem querer reproduz suas expressões, num mimetismo compulsivo e angustiante, ora outra é tomada por lembranças aleatórias de um passado distante. Outra ainda constrói um mundo fora da lógica dos outros. Um fotógrafo desnivelado expressa em fotos sua visão de mundo.

O espetáculo é uma partitura gestual, algumas cenas evocam o absurdo, como o cavalo que dança tango com uma mulher ou quando dois palhaços oferecem ajuda a um terceiro. Os atores prescindiram do nariz vermelho, o palhaço está na base filosófica do arquétipo, no exílio do mundo da normalidade, lugar também habitado pelo homem que adoece.

Ficha técnica:

Elenco: Heraldo Firmino, Roberta Calza, Soraya Suri Saide, Thais Ferrara. Direção: Celso Frateschi. Concepção visual: Cesar Charlone. Trilha sonora: Marcelo Amalfi. Figurino:Sylvia Moreira. Produção: Marcella Castilho.

________________________________

3 – Projeto Coelho Branco, Coelho Vermelho – Nassim Soleimanpour

De 14 de novembro a 15 de dezembro

Quinta, sexta e sábado às 21h e domingo às 20h – Sala Gianni Ratto

É uma peça para ser lida por um ator/atriz diferente a cada apresentação. Um dos requisitos para a seleção dos atores é que estes não conheçam o texto e não saibam nada do que se passará em cena. O espetáculo é uma experiência teatral imprevisível e fascinante, com intensa participação do público e forte presença do autor, apesar de sua distância física.

Imagine ter 29 anos e ser proibido de deixar o seu país. O autor iraniano Nassin Soleimanpour disseca a experiência de toda uma geração em uma peça abrangente e muito original. Proibido de viajar, ele torna o isolamento seu aliado na produção e um espetáculo teatral que dispensa direção e cenário e que requer um ator ou atriz diferente a cada apresentação.

Ficha técnica:

Coelho Branco, Coelho Vermelho (White Rabbit, Red Rabbit). Texto: Nassim Soleimanpour. Tradução: Mauricio Ayer. Produção Brasil: Aymberê Produções Artísticas Ltda. Espetáculo produzido em parceria com Aurora Nova e Wolfgang Hoffmann.Dramaturgia: Daniel Brooks e Ross Manson.

________________________________

II – Agora Formação

1- Projeto Sessão da Tarde

De 28 setembro a 1 de dezembro Sábado e domingo às 16h – na Sala Gianni Ratto

Para abrir o projeto, os alunos da Escola de Arte Dramática (EAD) apresentam seus trabalhos em 10 peças curtas, aos sábados e domingos, à tarde, com os alunos da EAD (Escola de Arte Dramática).

Ficha técnica:

Elenco: Alaissa Rodrigues, Ana Elisa Mello, Bruno Sperança, Caroline Duarte, Debora Rebecchi, Débora Veneziani,Gian Mellone, Helena Miguel, João Castanho, João Paulo Bienemann, Júlio Silvério, Letícia Bassit, Matheus Martins, Palomaris Mathias, Pedro Costa,

Rafael De Bona, Renato Ferrier, Tamirys O’hanna, Thiago Nascimento, Direção: Celso Frateschi. Figurino: Sylvia Moreira.

Grupos interessados em participar do projeto podem enviar carta de interesse e descrição da obra pelo email: agora@agorateatro.com.br

________________________________

2. Curso – Aproximação ao Distanciamento de B. Brecht

Ministrado por Laura Brauer, especialista em Brecht e investigadora na Associação Argentina de Investigadores e Críticos de Teatro da Argentina (AInCrit).

De 24 de setembro a 3 de dezembro

Terças das 19h às 23h – Carga horária: 44h

Uma primeira abordagem em torno do teatro didático e do teatro épico, na procura de uma dialética em cena. 

Resumo Conteúdo:

– Introdução. Aproximação ao distanciamento de Brecht.

-Teatro didático ou teatro para ensinar.

-Do Teatro épico ao Teatro Dialético .

                                  

Custo: R$ 150 por mês (3 parcelas) ou R$ 400 (uma parcela) – pagando no início do curso. Vagas limitadas. Contato para maiores informações: agora@agorateatro.com.br ou laurabrauer@hotmail.com

_____________________________

3 – Workshop de Teatro: Texto e Interpretação

Dias 7 e 9 de outubro, 4 e 6 de novembro e 2 e 4 de dezembro

O mesmo módulo será ministrado mensalmente das 19h às 23h.

Carga horária: 8h

Resumo Conteúdo:

-A dimensão criadora do ator na abordagem do texto teatral: o entendimento do texto, os pontos de partida, as possibilidades de leitura;

-A gramática do ator: o ator em cena, as opções do ator e seus significados, a atitude como significante.

Custo – R$ 400,00

Contato para maiores informações: agora@agorateatro.com.br

________________________________

III. Ágora Livre

Contempla a realização de encontros, seminários e palestras com temas diversos e relativos ao teatro, à vida na cidade e à cultura contemporânea.

– Teatro, Vinho e Pensamento

Dia 16 de outubro, 13 de novembro e 11 de dezembro (quartas-feiras) às 20h30

Conversas em volta da mesa, dividindo o pão, o vinho e as nossas ideias sobre temas contemporâneos. Sempre um tema relevante e um provocador convidado.

– O Teatro e a Rebelião

Dia 16 de outubro às 20h30

Um levante popular onde o povo cansado de seus governantes ameaça invadir os silos estatais e incendiar tudo. Eles exigem a diminuição do preço do trigo. Trata-se da primeira cena de Coriolano de Shakespeare. A cena sugere um paralelo interessante com as rebeliões atuais ao abordar claramente o comportamento humano e social nessas circunstâncias.

Brecht registrou e escreveu o processo de análise desse texto por ocasião da montagem do espetáculo pelo Berliner Ensemble. Estudo Da Primeira Cena De Coriolano de Shakespeare constitui-se num exemplo da dialética como método de análise de um texto teatral.

O primeiro encontro do Teatro Vinho e Pensamento será a partir da leitura desse material com a participação do público em geral.

Contato para maiores informações: agora@agorateatro.com.br

______________________________

IV – Ágora Conhecimento

Um eixo voltado a transformar a reflexão do Ágora em publicações disponíveis ao grande público, por meio de publicações impressas e difusão virtual.

1 – Ágora Ao Vivo – transmissão virtual dos principais eventos do Ágora para toda a rede.

2 – Documentação Teatro das Rebeliões – registro em áudio visual e uma publicação impressa com todo processo de debate do Teatro das Rebeliões.

________________________________

Manifesto Ágora

“Quando o pensador se viu diante de uma grande tempestade

 Estava sentado num grande veículo e ocupava muito espaço

A primeira coisa que fez foi sair do veículo

A segunda foi tirar seu casacão

A terceira foi deitar origem e a base de nossa identidade -se no chão

Assim o pensador venceu a tempestade

Reduzido à sua menor grandeza

Reduzido à sua menor grandeza

O Pensador venceu a tempestade”.    

(BERTOLT BRECHT)