Segunda edição do Taste of São Paulo, apresentado por Santander, reúne 30 dos principais restaurantes e bares da cidade

Criado para os amantes da gastronomia, festival oferece pratos exclusivos, palestras com chefs renomados, aulas práticas e feira de produtos
A segunda edição do Taste of São Paulo, apresentado por Santander, que será realizada entre os dias 24 e 27 de agosto, no Clube Hípico de Santo Amaro, vai proporcionar uma verdadeira imersão no universo gastronômico. Durante o festival, o público poderá conhecer os pratos e drinques de alguns dos melhores restaurantes e bares da cidade, participar de aulas e palestras exclusivas com chefs renomados, além de ter acesso a produtos de qualidade premium, em um mercado de alimentos, bebidas e utensílios.
Um lugar entre os mais bonitos e bucólicos da cidade, capaz de fazer esquecer por alguns instantes das atribulações urbanas. Um grupo de chefs e restaurantes que representa o que há de melhor na gastronomia local. Uma atmosfera convidativa ao que a vida tem de melhor. Um público faminto e vibrante, ávido para provar ótimos pratos, assistir a grandes aulas de cozinha e degustações de bebidas e conhecer produtos de alta qualidade. Esta continua sendo a essência do Taste.
Esta edição do evento, contudo, traz várias novidades em relação a 2016, uma delas é o aumento do número de estabelecimentos participantes: serão 20 cozinhas, representando os 30 principais grupos de restaurantes e bares, cada um em seu segmento. Alguns dos estabelecimentos já participaram da edição passada e marcarão presença nesta edição, como o ibérico Adega Santiago; a Bráz Trattoria, com os restaurantes Bráz Bráz Elettrica; o Bar da Dona Onça e a Casa do Porco, reunidos em um só espaço; oGrupo Fasano, com os restaurantes Fasano, a Trattoria e o Bistrot Parigi; o Fechado para Jantar; o bistrô Le Jazz, junto com seu bar Petit, o brasileiro Mocotó; as carnes do NB Steak; a cozinha asiática doTian e os drinques do bar Astor. Outros grandes nomes da gastronomia paulistana também fazem sua estreia no evento como o Grupo D.O.M, com pratos do Dalva e Dito, Mercadinho Dalva e Dito e Açougue Central; o japonês Aizomê; o restaurante Arábia; o Buzina (com pratos novos); o Eataly, com receitas de seus vários restaurantes; o Jiquitaia (reforçado pelo novíssimo Vista); a Itália moderna do Nino Cucina e doPeppino; o brasileiríssimo Tordesilhas; o bistrô brasileiro TonTon e o bar Veloso, com caipirinhas. Os chefs estarão presentes, preparando e servindo suas criações e interagindo com o público.
Os restaurantes estão presentes no Taste of São Paulo, apresentado por Santander, em versões “pop-up” de instalações profissionais, o que possibilita a reprodução de pratos com a mesma qualidade encontrada nos restaurantes. Cada estabelecimento apresenta quatro pratos, sendo três deles parte de seu cardápio e um prato concebido exclusivamente para o evento. As porções custam de R$ 15 a R$ 30 e tem entre 100g e 120g, de modo que o visitante possa experimentar vários pratos em uma sessão de almoço (12h às 16h30) ou jantar (19h às 23h30) – uma pessoa consome em torno de cinco pratos.
Para tornar a experiência ainda mais completa no universo gastronômico, os visitantes poderão inscrever-se em palestras e aulas ministradas por grandes chefs da culinária paulistana. Serão dois espaços: oAuditório, onde acontecerão as palestras, e o Papo de Cozinha, que proporcionará ao público a possibilidade de aprender, praticar e degustar alguns dos melhores pratos da cidade. O público ainda poderá participar de degustações de cervejas e vinhos, na Adega Taste. Todas as atividades terão vagas limitadas, com inscrição prévia.
A curadoria do festival é assinada pelo consultor gastronômico Luiz Américo Camargo. “Neste segundo ano, aprofundamos a proposta de proporcionar ao público um excelente entretenimento gastronômico: a melhor comida, a melhor bebida, aulas informativas e muito agradáveis. Reunimos um número maior de bares e restaurantes – sempre os principais em suas categorias –, buscando recriar a diversidade de São Paulo, só que num único espaço”, explica o curador. “Nesse momento, em que tanto se fala de confrontos, de polarizações, em que tanto se pensa em muros e fronteiras, acreditamos que podemos reunir todo mundo em torno da gastronomia. Comendo e bebendo bem, celebrando pratos, sem conflitos, sem importar se você gosta de carne, de comida brasileira, ou oriental: no Taste, a gente se diverte em harmonia”.
Além de desfrutar das delícias dos melhores restaurantes da capital, os visitantes encontram no festival um mercado com expositores que oferecem produtos premium como temperos, alimentos, bebidas e utensílios. Entre os expositores confirmados estão nomes como BR Spices, Bombay, Pirineus, Cogushi, Basbuxca, Vecchio Cancian e Mustachio.
O Taste Festival é fenômeno entre os eventos gastronômicos em todo mundo. Realizado em 21 países, com a participação de mais de 100 dos melhores chefs de cozinha, conquista foodies em todos os lugares. A primeira edição na América Latina foi o Taste of São Paulo, em 2016. “No ano passado o Taste já foi um sucesso de público, 16 mil pessoas passaram pelo evento e puderam desfrutar de alguns dos 16 melhores restaurantes de São Paulo. Este ano nós estamos aumentando o espaço do evento dentro do Clube Hípico de Santo Amaro, o número de cozinhas, restaurantes e expositores. Outra novidade é que o público vai poder curtir ainda mais o evento, ao som das atrações musicais que estamos fechando. São Paulo merecia um evento como este, que já acontece em Paris, Londres, Toronto e outras tantas cidades do mundo”, diz Francisco Mattos, responsável pelo Taste of São Paulo, apresentado por Santander.
Os ingressos para o festival estarão disponíveis para compra a partir do dia 30 de junho no sitewww.tudus.com.br por R$ 60 a sessão (almoço ou o jantar).
O Taste of São Paulo tem o banco Santander como patrocinador máster, patrocínio do Mastercard Black, Get Net, Zurich Santander, Audi e Latam e apoio do Azeite Andorinha, Estácio, Águas São Lourenço, Granado, Nespresso e Grand Cru.
Fotos para download: https://we.tl/Cap0eVv3IE
Serviço
Data: 24 a 27 de agosto de 2017
Horários: Almoço (12h às 16h30) ou jantar (19h às 23h30)
Local: Clube Hípico de Santo Amaro
R. Visconde de Taunay, 508 – Vila Cruzeiro, São Paulo – SP
Ingressos: À venda no site www.tudus.com.br
Preço: R$ 60 pela sessão do almoço ou pela sessão do jantar
Mais informações sobre inscrições para aulas e palestras em breve.

A Região da Alta Mogiana no World of Coffee Budapeste 2017

AMSC e delegação de produtores de cafés especiais visitam a festejada exposição na capital da Hungria.

Há muitos bons motivos para visitar a World of Coffee Budapest 2017, mostra interativa com mais de 200 fornecedores de cafés, dos mais inovadores do mundo: competições emocionantes, simpósios inspiradores, seminários e oficinas educativas, entre muitas outras atrações, sem contar o passeio pela fascinante capital da Hungria, principal centro financeiro, corporativo, mercantil e cultural do país. Essa bela cidade agora abre suas portas para representantes de regiões únicas do planeta, na produção do café especial.

É o caso da Região da Alta Mogiana, representada por sua Associação – a AMSC –, que participa da feira com uma delegação composta por produtores, cujas bagagens incluem amostras campeãs de cafés especiais.

Recentemente comparada às vinícolas de Borgonha, por Russell Hayward, dono da rede de cafeterias Ascension, de Dallas (Texas, EUA), tal o entusiasmo do empresário pela forma singular do manejo de seus cafezais, a Região da Alta Mogiana encanta a todos que se dispõem a conhecê-la mais profundamente.

Ali não se cultiva grãos, apenas. Planta-se história, paixão pelo café, pela terra, pela família…  E se colhe muita expertise. Com sentimentos de satisfação e valorização da cafeicultura, seus fazendeiros, alguns na quarta geração de lavoura de café, resgatam uma tradição local de 200 anos – o que lhes possibilita não apenas conhecimento científico como também empírico, vivenciando todas as “ondas” do café de forma genuína.

As caraterísticas geográficas também fazem a Região da Alta Mogiana singular. Os grãos ali cultivados crescem em altitudes privilegiadas, até 1.300 metros, que conferem corpo e buquê únicos aos sabores e aromas do café, um dos mais apreciados do Brasil e do mundo. Essa forte cultura, pautada na qualidade, na busca da excelência, selada pela responsabilidade socioambiental, é capaz de inspirar as pessoas a construírem um futuro melhor.

33

 

Região da Alta Mogiana: Vivencie a inspiração pelo café

Localizada numa área de 100 mil hectares de café (o equivalente a quase duas cidades de Budapeste), a Região da Alta Mogiana abrange 23 municípios de dois estados do Sudeste do Brasil, São Paulo e Minas Gerais. E conta com, aproximadamente, 5 mil cafeicultores que produzem em média 2,5 milhões de sacas de 60 kg/aa. Mais que produzir grãos de qualidade, seus produtores buscam a excelência. Para tal, cultivam parcerias autênticas em toda a cadeia de produção – da semente à xícara -, promovendo uma evolução contínua e responsável da Região e dos produtores.

 

Associação dos Produtores de Cafés Especiais da Alta Mogina

A AMSC é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 2005, por um grupo de cafeicultores, com a missão de valorizar e promover o café da Região da Alta Mogiana, criando um senso de referência por meio do conceito de origem, que leve os consumidores a associarem origem, produto e qualidade. Sua visão consiste em promover os cafeicultores e os cafés especiais da Alta Mogiana, oferecendo aos associados oportunidades de crescimento e desenvolvimento através de educação, treinamento e acesso a novos canais de comercialização. Hoje, a AMSC conta com 80 associados diretos, mais de 2,2 mil produtores abrangidos com acesso ao Selo de Origem e Qualidade. Além de realizar anualmente o Fórum de Qualidade da Região da Alta Mogiana, em sua 3ª edição, também é responsável pelo Concurso de Qualidade do Café da Região da Alta Mogiana, que terá sua 15ª edição em 2017. A AMSC já foi sede do Cup of Excellence Naturals, em 2015, e tem o Reconhecimento do Arranjo Produtivo Local de cafés especiais atestado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Tecnologia e Inovação do Estado de SP.

Selo de Indicação Geográfica

O IG é um selo que identifica e protege os cafés da Alta Mogiana, por suas características únicas, preservando sua cultura, sua história e sua gente. Tem como objetivo diferenciar um produto e seu produtor, apontando sua origem geográfica e suas condições de produção.

http://www.amsc.com.br

http://www.worldofcoffee-budapest.com

 

 

BAZAR DA CIDADE, EDIÇÃO DIA DAS MÃES, TEM MIL DELÍCIAS GASTRONÔMICAS

O Bazar da Cidade Edição Dia das Mães 2017 – que acontece de ​5 a 7​ de Maio, de sexta-feira a domingo, sempre das 11 às 21 horas, na Obra de Arte, em Moema –, promete produtos criativos e uma atmosfera deliciosa para presentear a mamãe.

Aliás, a proposta da curadora Bel Pereira é que se leve a mamãe junto! Sim! Encontrar para ela um presente diferente, em um ambiente muito especial, com um jardim lindo, deliciosas opções gastronômicas e música no fim de semana.

Nesta edição, o Bazar da Cidade reúne cinquenta expositores com produtos bem variados – roupas e acessórios, semijóias e bijoux, vitrais, cerâmicas, papelaria, sabões artesanais, terrários e até sex toys.​

Na parte gastronômica, um restaurante criativo, comidinhas, vinhos e pastramis, sucos e smoothies, brigadeiros incríveis e um café de ótima qualidade.

Os parceiros gastronômicos desta edição do Bazar da Cidadesão os seguintes:

BeFresh
O BeFresh é referência paulistana quando se fala em comida contemporânea saudável, de qualidade e saborosa. O restaurante ​participa​ desta edição do Bazar da Cidade apenas com um cardápio de bebidas muito, muito especiais. Entre as muitas opções, várias caipirinhas e os incríveis sucos e smoothies BeFresh – feitos de pura fruta, sem qualquer adição de açúcar ou água!

Café Fora da Lei
Este é o nome do divertido e muito simpático empreendimento dos jovens Cláudia Sukuki e Kauã Sperlling​. Numa caminhonete Ford F75 de 1969, eles levam ao Bazar da Cidade seis ​diferentes tipos de café (preparados com café da variedade Catuaí Vermelho): expresso, coado, irish coffee, com leite de coco, cappuccino e gelado. Para acompanhar, cookies deliciosos.

Fernanda Vianna Enogastronomia
A sommelier Fernanda Vianna representa algumas importadoras e tem um faro incrível ​para sugerir a seus clientes produtos de alta qualidade e cheios de sabor. Ela volta ao Bazar da Cidade com ​uma ótima seleção de vinhos e espumantes e também com saborosos pastramis.​​ Que delícia!​

Grão Vizir Masalas e Especiarias
Pela primeira vez Marcelo Nestari leva ao Bazar da Cidade as ervas e temperos da sua Grão Vizir, produtos exclusivos que encantam todos os sentidos. As masalas (termo indiano para mistura de ervas e especiarias) são pra lá de especiais. Entre elas, Curry de Madras, Garam Masala, Kashmir Masala, Panch Phoron Rajasthani, Tandoori Masala e Tchai Masala – esta uma combinação de chá preto, leite e especiarias com sabor picante e ao mesmo tempo adocicado, que proporciona uma sensação indescritível. Destaque também para a Calda de vinho e especiarias, para ser explorada em muitos pratos – a combinação de vinho com açúcar demerara e especiarias pode ser usada tanto em bolos e frutas, quanto em carnes e queijos.

ll Riccio
Os loucos por comidinhas de bazar vão poder levar para casa as criações de um casal que entende muito de cozinha italiana, a brasileira Marcella Avian e o italiano Matteo D’Androsi. Eles participam do Bazar da Cidade com uma atraente linha de produtos: abobrinhas, berinjelas e cogumelos grelhados, caponata de berinjela, lasagna al sugo, grissini, taralli (biscoito de azeite extra virgem), ciambelline al vino (biscoito de vinho tinto) e biscotti di ceglie (biscoito de amêndoas).

Q Bike
Food bike com brigadeiros incríveis e outros doces.

Q Gastronomia
Restaurante oficial desta edição do Bazar da Cidade, a Q Gastronomia, da chef Larissa Queiroz vai oferecer todos os dias duas opções diferentes de massas artesanais (uma para o almoço e outra para o jantar); uma opção de proteína; uma salada que o cliente poderá montar a seu gosto; e duas opções de quiches ou tortas. Entre as opções, ravioli de queijo meia cura ao molho de parmesão com tomates salteados e azeite de trufas brancas; tortellii de zucca ao molho de manteiga e sálvia; picadinho de filet mignon; torta de frango; e quiche de brie com damasco.
Música –O Bazar da Cidade tem música no sábado e no domingo!

AbandOnada – Grupo liderado pelo tecladista Sérgio Paes, com o melhor do jazz e do blues. Apresentação no domingo 7, às 18h.
Trio Biê – Formado por Loreta Colucci (voz), Luca Frazão (violão 7 cordas) e João Rodrigues (pandeiro), o trio passeia por uma série de sambas de raiz, de Noel Rosa a Paulinho da Viola, de Dona Ivone Lara a João Bosco. Apresentação no sábado 6, às 18h.​

Serviço – O Bazar da Cidade, edição ​Dia das Mães 2017​, acontece nos dias ​5, 6 e 7​ de Maio (de sexta-feira a domingo). Em todos os três dias, sempre das 11 às 21 horas.

Na Obra de Arte, Rua Indiaroba 97, Moema, tel. 5535- 5928.

Entrada gratuita. Estacionamento bem ao lado.

Gabinete de Comunicação/Arlene Colucci

Bazar da Cidade, Edição de NATAL, hoje e amanhã, na Obra de Arte

A edição da Natal do Bazar da Cidade acontece de 16 a 18 de Dezembro, sempre das 11h às 21h. Na Obra de Arte, em Moema, um dos lugares mais charmosos de São Paulo.

      Comprar presentes para quem amamos, admiramos ou nos ajudou durante todo o ano: que delícia! E os bazares são sempre uma criativa opção.

       “Bazar significa ter o contato com o exclusivo, o bom gosto, a criatividade, o inédito. É a oportunidade de comprar direto dos criadores – o designer, o estilista, o artesão”, afirma Bel Pereira, curadora do Bazar da Cidade.

        Esta será a terceira edição do Bazar da Cidade. A primeira aconteceu em agosto de 2015, no Brooklin; a segunda, em Agosto deste ano, também naObra de Arte.

        Bel Pereira cuidou para que o mix de expositores – cinquenta e três – encantem os visitantes com os mais variados produtos. “Vamos ter de tudo: do presente cheio de bossa e mais em conta ao mais sofisticado e especial”, afirma. E acrescenta: “Importante saber que, nestes tempos tão bicudos que atravessamos, bons preços contam muito”.

        É grande a variedade de opções. São roupas cheias de estilo, pijamas, tricôs, sedas pintadas, feltragem manual, biquínis, sapatos, bolsas, nécessaires, joias, semijoias e bijoux, vitral, vidraria, cerâmica, objetos em ferro, arte têxtil, marchetaria, papelaria, essências florais, tarô, comidinhas deliciosas e variadas, vinhos e outras bebidas e ainda tarô e muita música!

Belo jardim com entretenimentoA graça da edição de Natal do Bazar da Cidade está também no ambiente que ocupa: a Obra de Arte. O espaço, de Carmen Lígia Pinto, ao longo dos últimos vinte anos organizou os mais badalados bazares da cidade.

        “Estar na Obra de Arte é um prazer, e também um privilégio imenso”, afirma Bel Pereira. “Ele sempre foi um espaço de referência no mercado de bazares de São Paulo”. Além de toda a sua estrutura e de salas espaçosas e bem iluminadas, a Obra de Arte tem, em sua parte de trás, um jardim belíssimo, uma espécie de quintal dos velhos tempos, com plantas nativas e um centenário bambuzal.

        E como final de ano combina com reencontro e confraternização, estar no Bazar da Cidade será certamente muito mais que comprar e levar presentes lindos para casa e para os amigos.

        “Frequentar o Bazar da Cidade significa encontrar gente criativa, inteligente e divertida e também ouvir muito boa música. É mais que comprar. É se entreter e relaxar com muita coisa bonita em torno”, ressalta Bel Pereira.

Mais informações e expositores:  https://www.facebook.com/bazardacidade/?fref=ts

Serviço – O Bazar da Cidade, edição Natal 2016, acontece nos dias 16, 17 e 18 de Dezembro (de sexta-feira a domingo). Em todos os três dias, sempre das 11 às 21 horas.

Na Obra de Arte, Rua Indiaroba 97, Moema, tel. 5535-2935.

Entrada gratuita. Estacionamento bem ao lado.

 

Arlene Colucci Comunicação

 

Central Caos recebe a primeira edição da Timoneiro Feira de Arte nos dias 3 e 4 de dezembro

Com curadoria de Silvana Mello, o evento reunirá 15 expositores

Nos dias 3 e 4 de dezembro acontece, na loja e bar Central Caos, entre 11h e 19h, a primeira edição da Timoneiro Feira de Arte, que terá mais de 15 expositores com obras que vão de bijuterias étnicas a colagens e telas. Os artistas convidados são Carlos Issa, Carlos Dias, Dea Lellis, Daniel Melim, Felipe Cama, Ignácio Aronovich, Louise Chin (Lost Art), Luísa Ritter, Marcio Banfi, Mario de Alencar, Paula Plim, Rael Brian, Silvana Mello, Thais Ueda, Talita Hoffmann e Banquinha de Bijuterias Étnicas da Múmia Medusa.

Quem assina a curadoria é Silvana Mello, artista plástica que há 15 anos trabalha, basicamente, com arte autoral. Foi apresentada pela Galeria Choque Cultural, na qual expôs por seis anos, e, no mesmo período participou de diversas mostras e exposições em São Paulo, Rio de Janeiro, Los Angeles e Inglaterra.

“O objetivo da Timoneiro Feira de Arte no Central Caos, que tem peças com preços entre R$ 100 e R$ 3.000, é fazer com que cada vez mais pessoas possam adquirir trabalhos autorais de artistas conceituais que, geralmente, expõem apenas em galerias”, explica Silvana.

A loja e bar Central Caos, que funciona na Rua General Júlio Marcondes Salgado, 321, em Santa Cecília, São Paulo, novo empreendimento dos sócios Tibira Martins e Kadu Paz, abriga uma loja, um ateliê, shows, feiras esporádicas, workshops, funciona como um estúdio para locações de publicidade e cinema e, claro, tem um bar que oferece drinks, sanduíches, porções, pratos e sobremesas. O acervo agora inclui móveis, carros antigos, lambretas e afins. A loja Central Caos funciona de segunda-feira a sábado, das 11h às 18h, enquanto o bar abre de terça-feira a domingo, sempre às 18h.

“O Central Caos integra um bar e uma loja com o intuito de apresentar várias alternativas de lazer em apenas um local e valorizar uma estética mais voltada para as artes visuais”, explica Tibira. A identidade visual do local, que funcionou durante antes como uma oficina mecânica, é assinada pelo artista plástico Samuel Lenzi.

Timoneiro Feira de Arte @ Central Caos
Endereço: Rua General Júlio Marcondes Salgado, 321 – Santa Cecília
Data: 3 e 4 de dezembro, das 11h às 19h
Entrada gratuita
Formas de Pagamento: Dinheiro, cartões de débito e créditos das bandeiras Master e Visa
Telefone: (11) 3661-2009                                                                                                                                  Acessibilidade 

Agência Lema

Edição de 25 anos do “Guia Josimar” será lançada nesta segunda-feira, 28 novembro, em São Paulo

Criado pelo crítico gastronômico Josimar Melo em 1992, é o mais antigo guia de restaurantes da cidade

A festa de lançamento será na Casa Jereissati, das 18h às 21h, quando também será lançado o livro “Mari Hirata Sensei” – veja convite anexo e confirme presença em tinyurl.com/guia2017

Acontece na próxima segunda-feira, 28 de novembro, das 18h às 21h, na Casa Jereissati (Rua Jacarezinho 107, Jd. Europa), o lançamento do Guia Josimar 2017 – edição de 25 anos. É o mais antigo guia de restaurantes de São Paulo em atividade, e tem como autor o pioneiro no jornalismo gastronômico Josimar Melo.

A primeira edição de sua série de guias saiu em 1992, lançada pela “Folha de S. Paulo“, como parte das atividades de comemoração dos 70 anos do jornal. O livro, com cem restaurantes, já inaugurava a estrutura que mantém até hoje — classificando os restaurantes por qualidade (de nenhuma a três estrelas), por preço, por tipo de cozinha e outras características.

Depois de passar pelas editoras Siciliano e Ediouro, desde 2000 o guia é lançado pela editora DBA. Nesta edição 2017 estão contemplados 457 restaurantes, ante os cem de 25 anos atrás.

Na edição 2017, quatro restaurantes recebem a cotação máxima (3 estrelas): os brasileiros D.O.M. e Maní, e os italianos Fasano e Vecchio Torino. As principais promoções do ano – restaurantes que sobem para 2 estrelas – abarcam majoritariamente a cozinha brasileira, reforçando uma tendência de valorização da culinária local presente nos últimos anos (leia mais sobre isso na apresentação do Guia, abaixo). São eles Tordesilhas, Jiquitaia, A Casa do Porco, e o italiano Nino Cucina.

Josimar Melo é jornalista e crítico gastronômico da “Folha de S. Paulo”. Completa 30 anos escrevendo sobre gastronomia, tema do pioneiro caderno “Comida” (que criou na “Folha de S. Paulo” nos anos 80), do evento “Boa Mesa” (que lançou em 1995 e dirigiu até 2000), e dos programas de TV “Gourmet” e “O Guia” (pelo National Geographic Channel).

Josimar é também colunista da revista “Prazeres da Mesa” e colabora em diversas publicações no Brasil e no mundo. Ele também é membro do comitê organizador do prêmio World’s 50 Best Restaurants, sediado em Londres.

No evento de lançamento do guia será também lançado o livro “Mari Hirata Sensei“, de Haydée Belda, com receitas da chef radicada no Japão, com quem Josimar celebra uma amizade de 40 anos.

 

GUIA JOSIMAR 2017 – EDIÇÃO DE 25 ANOS

Editora DBA

192 páginas – R$ 30

Festa de lançamento: segunda-feira 28 de novembro de 2016, das 18h às 21h

Local: Casa Jereissati – Rua Jacarezinho 107, Jardim Europa

Sofia Carvalhosa Comunicação