Na dog.art também tem um gato muito especial

 

Designer de interiores Cristina Barbara esculpe gato em prol dos animais com revestimento da Lepri, feito com lama de Mariana.

Até 30 de novembro, acontecerá a exposição dog.art 2017, movimento artístico criado para chamar a atenção à proteção animal e difundir o acesso à arte. Esta edição, realizada no Conjunto Nacional (Av. Paulista, 2.073 – Consolação), em São Paulo, trará entre as obras uma escultura de gato em tamanho real, assinada pela designer de interiores Cristina Barbara e customizada com materiais sustentáveis utilizados pela Lepri – Finas Cerâmicas Rústicas, empresa pioneira no segmento.

Segundo Cristina, “a peça é uma analogia entre uma gata que vive na lama, excluída, maltratada e abandonada – representada pelo rejeito de Mariana”.

imagem_release_1136372

Com a mesma matéria-prima do Brick Natura Cappuccino, a peça foi esculpida a partir de rejeitos de mineração da lama da barragem de Fundão, da cidade de Mariana, em Minas Gerais. Ideal para evidenciar espaços contemporâneos com toque de sofisticação, o revestimento também se diferencia por ter a aparência de veios ressaltados, o que permite dar volume aos ambientes.

Após a exposição, as obras serão leiloadas e com parte revertida para instituições ligadas à educação e ao amparo de animais abandonados.

dog.art 2017

Quando: de 14 a 30 de novembro período da exposição

Horário: de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h; e aos domingos, das 10h às 22h

Onde: Conjunto Nacional,Av. Paulista, 2.073– Consolação –São Paulo/SP

CASACOR FRANCA: pré-estreia em alto estilo

Este slideshow necessita de JavaScript.

O primeiro evento da CASACOR FRANCA aconteceu hoje, das 10h às 13h. A casa abriu as portas para o Brunch com a Imprensa. Jornalistas convidados, de Franca, São Paulo, Ribeirão Preto e outras cidades, vieram conhecer com exclusividade os mais de 30 ambientes da mostra. Foram recebidos pelos diretores da edição francana, os empresários Maurício Calixto e Maurício Siqueira, e pelos profissionais do elenco da CASACOR. No destaque, Passarela, de Sérgio Machado, autor da imagem.

Pautada no tema “Foco no essencial: O design mais perto das pessoas”, a casa surpreendeu os convidados, com ambientes elegantes, recheados de arte, criatividade e inovações.

Para o público, a mostra será aberta no dia 5 de outubro, às 15 horas. O evento seguirá até o dia 15 de novembro, em um imóvel na Rua da Justiça, 655, no Parque dos Lima. Os horários de abertura serão às terças, quintas e domingos, das 15 às 21 horas, e sextas e sábados, das 15 às 22 horas.

CASACOR, pertencente ao Grupo Abril, é reconhecida como a maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. Acontecerá em Franca pela primeira vez e a cidade será a única do interior paulista a sediar o evento em 2017. A expectativa é receber mais de 15 mil visitantes para viver experiências incríveis e ter contato com as principais tendências e novidades do universo da casa.

CASACOR FRANCA recebe jornalistas para conhecer ambientes com exclusividade

O primeiro evento da CASACOR FRANCA acontecerá na próxima segunda-feira, dia 2 de outubro, às 10 horas. A casa abrirá as portas para o Brunch com a Imprensa. Jornalistas convidados, de Franca, São Paulo, Ribeirão Preto e outras cidades, vão conhecer com exclusividade os mais de 30 ambientes da mostra. Eles serão recebidos pelos diretores da edição francana, os empresários Maurício Calixto e Maurício Siqueira, e pelos profissionais do elenco da CASACOR.

Para o público, a mostra será aberta no dia 5 de outubro, às 15 horas. O evento seguirá até o dia 15 de novembro, em um imóvel na Rua da Justiça, 655, no Parque dos Lima. Os horários de abertura serão às terças, quintas e domingos, das 15 às 21 horas, e sextas e sábados, das 15 às 22 horas.

No destaque, Café do Lago  de Heloisa Penna Orlov. A pintura na parede traz imagens do plantio, cultivo e colheita de café, uma referência à produção cafeeira na região da Alta Mogiana.  (Felipe Araújo/CASACOR)

Sobre a CASACOR FRANCA

Franca sedia pela primeira vez a CASACOR, reconhecida como a maior e mais completa mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. A cidade será a única do interior paulista a realizar a CASACOR neste ano.

Com o tema “Foco no essencial: O design mais perto das pessoas”, a mostra será realizada de 5 de outubro a 15 de novembro. A casa em que será sediada ocupa um terreno de três mil metros quadrados e apresentará 30 ambientes. Os espaços foram projetados por arquitetos, designers de interiores, paisagistas e decoradores de Franca, cidades da região e São Paulo. 

A CASACOR FRANCA é organizada pelos empresários Maurício Calixto e Maurício Siqueira. Os diretores esperam receber mais de 15 mil visitantes e proporcionar ao público experiências diversas durante a mostra. Além de conhecerem os ambientes, eles poderão assistir a palestras, participar de eventos, provar pratos saborosos no restaurante, tomar um café e admirar o pôr do sol, com uma vista privilegiada da casa.

Sobre a CASACOR

Pertencente ao Grupo Abril, a CASACOR reúne, anualmente, renomados arquitetos, decoradores e paisagistas e em 2017 chega à sua 31ª edição. Será realizada em 20 praças nacionais e seis internacionais, incluindo Miami. Em Franca acontecerá na Rua da Justiça, 655, no Parque dos Lima.

SERVIÇO

CASACOR FRANCA

Data: 5/10 a 15/11/2017

Horários:

3ªf a 5ªf e Domingo: das 15 às 21 horas

6ªf e Sábado: das 15 às 22 horas

Local: Rua da Justiça, 655, Parque dos Lima

DUNELLI CASA E PENNO FLORES ORGANIZAM MASTERCLASS DE ARRANJOS ORNAMENTAIS

 

No dia 23 de agosto, a partir das 16h, a Dunelli Casa e a Penno Flores oferecerem masterclass de arranjos ornamentais em São Paulo. Ministrado pela florista Renata Penno, o curso ensina soluções criativas para realçar a decoração dos ambientes com flores naturais da estação.

Apoiadores do evento:

Presentes Mickey, Piperina, Musicatta, Temps Du Vin, Dona Doceira e Fernando Torres Fotografo.

Serviço:
Quando: 23 de agosto
Horário: 16h
Onde: Dunelli Casa (Al. Gabriel Monteiro da Silva, 1.718 – Jardins) 

Galeria Patricia Centurion lança Terra Brasilis

 

A coleção de joias e objetos focada nas raízes brasileiras, e que reúne trabalhos de diversos artistas,

será apresentada dias 8 e 9 de maio. O lançamento marca uma nova fase da galeria

Brinco com turmalina em ouro amarelo 18k Alexandre Afrange para Galeria Patricia Centurion (1)

 O Brasil tem belezas naturais inspiradoras, matérias-primas preciosas e designers talentosos – tudo isso, misturado a um caldo de influências multiculturais. Jogar luz sobre esses predicados, revelando a origem singular do País, é uma forma de resgatar o otimismo brasileiro que anda em baixa. Mais do que oportuno, esse resgate é perfeitamente viável, na visão da joalheira Patricia Centurion, idealizadora do projeto Terra Brasilis, cujo lançamento ocorre nos dias 8 e 9 de maio, na galeria que leva o seu nome.

O projeto pode ser dividido em duas partes: uma concreta e outra teórica. Isso porque, além do lançamento de joias (Coleção Terra Brasilis) e de adornos para casa (Coleção Ecoarts), ambas com temática brasileira; ele inclui dois dias de rodas de conversas com profissionais renomados de várias áreas. Juntos, pretendem ajudar a contextualizar e discutir as questões mais prementes da contemporaneidade brasileira.

“Terra Brasilis, o projeto, nasceu de um desejo coletivo de mostrar um Brasil possível, o Brasil que queremos pra nós”, explica o empresário Alexandre Afrange (ex-diretor-presidente do grupo Restoque/Le Lis Blanc), parceiro de Patricia Centurion nessa empreitada.

Acima, as joias de Alexandre Afrange para Coleção Terra Brasilis: brinco de turmalina e ouro amarelo, anel de turmalina e ouro,  brinco de ametista e ouro amarelo

Ao lado deles, também trabalhou a advogada Marcia Martins – idealizadora da ONG Ecoarts, que faz “joias” para casa. Os três assinam como autores do projeto, cuja inspiração foi justamente a crise institucional por que passa o País. “As pessoas estão em busca de algo para elevar a autoestima”, completa Marcia.

Segundo Patricia, o brasileiro possui uma identidade alegre e criativa. “Somos simples e, ao mesmo tempo, refinados”, afirma Patricia. Essas particularidades, quando transformadas em arte, em música e em outras formas de manifestação cultural tornam-se uma poderosa arma de transformação social.

A coleção marca um novo momento da Galeria Patricia Centurion, que agora passa a se configurar como um espaço de joia com alma brasileira. “Daqui pra frente, vamos investir em matérias-primas, artistas e propostas ligadas ao Brasil”, afirma a joalheira.

Terra Brasilis também pontua outro fato: a estreia de Afrange no universo da joalheria. Enquanto Marcia já acumulava experiência em design utilizando sementes brasileiras em suas “joias de casa”, o empresário até então lidava com a joalheria como um consumidor aficionado. “Sempre fui um apaixonado por gemas e pela joalheria”, diz. “Vi nesse projeto conjunto a chance de exercer a minha criatividade como designer, coisa que só fiz até hoje de forma amadora”.

Peças assinadas por Patricia Centurion: brinco com citrino e ouro amarelo, colar com turmalina rosa e ouro rosa, brinco solitário de turmalina azul e ouro branco

Os três – Patricia, Marcia e Afrange – uniram suas expertises diversas para produzir peças que remetessem à origem e à história do Brasil. Em comum, elas têm o fato de terem sidofeitas com mão de obra e matérias-primas nacionais. Durante o processo de criação coletiva, outras pessoas – de fora do mundo da joalheria – foram convidadas a desenhar joias para complementar a coleção. É o caso da jornalista de moda Helena Montanarini.

“Acredito muito no exercício criativo de juntar pessoas com conhecimentos diversos”, diz Patricia, que propôs algo parecido na coleção “Believe”, lançada em 2015, e que reunia criações de designers de joias a peças criadas por estilistas, jornalistas e arquitetos, entre outros profissionais.

Os 13 artistas que já expõem e vendem suas peças na galeria também foram convidados a criar coleções dentro do tema Terra Brasilis – e assim, reforçar o coro que visa a disseminação da identidade brasileira.

Marcia Martins, idealizadora da Ecoarts e suas peças com sementes e frutos: anel aguaí duplo com ouro amarelo, pulseira paxiúba como ouro amarelo, anel aguaí tingido com ouro amarelo

Programação

Dia 8/05

Às 11h: Abertura com lançamento da coleção “Terra Brasilis”

Às 12h30: a advogada e designer Marcia Martins fala sobre a ONG Ecoarts e as suas biojoias.

Às 13h: o cientista político Heni Ozi Cukier fala sobre o momento atual da geopolítica brasileira.

Às 18h30: o jornalista americano Matthew Shirts mostra o olhar estrangeiro sobre o Brasil.

Encerramento às 21h.

Dia 9/05

Às 11h: Abertura com lançamento da coleção “Terra Brasilis”

Às 12h30: a advogada e designer Marcia Martins fala sobre a ONG Ecoarts e as suas biojoias.

Às 13h: o arquiteto Marcelo Rosenbaum fala sobre o projeto de design “A gente transforma”.

Às 18h30: a jornalista de moda Helena Montanarini bate um papo sobre o novo luxo.

Encerramento às 21h.

 

Serviço

Lançamento “Terra Brasilis” – Galeria Patricia Centurion

Dias 8 e 9 de maio, das 11 às 21h

Al. Lorena, 1611, 11º. Andar

(Venha de táxi ou de UBER)

 

Eliana Castro (11) 98266-3142

 

 

 

 

Bazar da Cidade, Edição de NATAL, hoje e amanhã, na Obra de Arte

A edição da Natal do Bazar da Cidade acontece de 16 a 18 de Dezembro, sempre das 11h às 21h. Na Obra de Arte, em Moema, um dos lugares mais charmosos de São Paulo.

      Comprar presentes para quem amamos, admiramos ou nos ajudou durante todo o ano: que delícia! E os bazares são sempre uma criativa opção.

       “Bazar significa ter o contato com o exclusivo, o bom gosto, a criatividade, o inédito. É a oportunidade de comprar direto dos criadores – o designer, o estilista, o artesão”, afirma Bel Pereira, curadora do Bazar da Cidade.

        Esta será a terceira edição do Bazar da Cidade. A primeira aconteceu em agosto de 2015, no Brooklin; a segunda, em Agosto deste ano, também naObra de Arte.

        Bel Pereira cuidou para que o mix de expositores – cinquenta e três – encantem os visitantes com os mais variados produtos. “Vamos ter de tudo: do presente cheio de bossa e mais em conta ao mais sofisticado e especial”, afirma. E acrescenta: “Importante saber que, nestes tempos tão bicudos que atravessamos, bons preços contam muito”.

        É grande a variedade de opções. São roupas cheias de estilo, pijamas, tricôs, sedas pintadas, feltragem manual, biquínis, sapatos, bolsas, nécessaires, joias, semijoias e bijoux, vitral, vidraria, cerâmica, objetos em ferro, arte têxtil, marchetaria, papelaria, essências florais, tarô, comidinhas deliciosas e variadas, vinhos e outras bebidas e ainda tarô e muita música!

Belo jardim com entretenimentoA graça da edição de Natal do Bazar da Cidade está também no ambiente que ocupa: a Obra de Arte. O espaço, de Carmen Lígia Pinto, ao longo dos últimos vinte anos organizou os mais badalados bazares da cidade.

        “Estar na Obra de Arte é um prazer, e também um privilégio imenso”, afirma Bel Pereira. “Ele sempre foi um espaço de referência no mercado de bazares de São Paulo”. Além de toda a sua estrutura e de salas espaçosas e bem iluminadas, a Obra de Arte tem, em sua parte de trás, um jardim belíssimo, uma espécie de quintal dos velhos tempos, com plantas nativas e um centenário bambuzal.

        E como final de ano combina com reencontro e confraternização, estar no Bazar da Cidade será certamente muito mais que comprar e levar presentes lindos para casa e para os amigos.

        “Frequentar o Bazar da Cidade significa encontrar gente criativa, inteligente e divertida e também ouvir muito boa música. É mais que comprar. É se entreter e relaxar com muita coisa bonita em torno”, ressalta Bel Pereira.

Mais informações e expositores:  https://www.facebook.com/bazardacidade/?fref=ts

Serviço – O Bazar da Cidade, edição Natal 2016, acontece nos dias 16, 17 e 18 de Dezembro (de sexta-feira a domingo). Em todos os três dias, sempre das 11 às 21 horas.

Na Obra de Arte, Rua Indiaroba 97, Moema, tel. 5535-2935.

Entrada gratuita. Estacionamento bem ao lado.

 

Arlene Colucci Comunicação