Mosteiro da Luz: 240 anos

Mosteiro_da_Luz_em_1867

Mosteiro_da_Luz_em_1867 – Wikipedia

Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS/SP, equipamento da Secretaria de Estado da Cultura, exibe Mosteiro da Luz: 240 anos, com curadoria deMaria Inês Lopes Coutinho, pesquisa histórica de Dalton Sala e instalação de Wilson Sukorski. A mostra representa uma celebração do aniversário do Mosteiro e conta sua trajetória – por meio de fotos, mapas, pinturas, esculturas, textos e cronologias -, desde a fundação em 1774 até os dias de hoje, quando se estabelece como um símbolo da cidade e uma referência mundial em história.

Projetado e construído por Frei Antonio de Sant’ Anna Galvão (Frei Galvão), o Mosteiro da Imaculada Conceição da Luz – ou, simplesmente, Mosteiro da Luz -, é um exemplar significativo da arquitetura de taipa – técnica construtiva que utiliza argila e foi essencial para as edificações coloniais paulistas do início do século XVIII. É tombado pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), pelo CONDEPHAAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Arquitetônico do Estado de São Paulo), e pelo CONPRESP (Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo). Hoje, além do Convento das Irmãs Concepcionistas, que dedicam seus dias à oração e ao trabalho, abriga também a Igreja de Nossa Senhora da Luz e o Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS/SP.

Nesta exposição, que evidencia a história colonial a partir de documentos primários, o público encontra obras do acervo relativas a esse período e à história do Mosteiro. Como itens de destaque, temos uma instalação audiovisual assinada por Wilson Sukorski, com imagens do Mosteiro e entorno – a partir de mapas, daguerreótipos e imagens aéreas da cidade, entre 1810 e 2013 – e efeitos de áudio (sinos, etc.); o cemitério interno, onde as monjas foram sepultadas, terá sua porta aberta para permitir a visão do público – com certas restrições de acesso; exemplares de numismática do acervo doMAS/SP, como uma moeda de Alexandre (Séc. 4 a.C.) – outros 2 exemplares fazem parte do acervo do Metropolitan Museum of Art e do Harvard Art Museums; as esculturas de Nossa Senhora das Dores, de Aleijadinho, a primeira obra do MAS/SP; e de São Francisco Xavier (final do Séc. XVII, iní cio do Séc. XVIII), .a mais recente aquisição.

Observada a complexidade arquitetônica do Mosteiro, resta a certeza de que o poder da fé imprimiu em São Paulo pegadas iniciais que viriam a se tornar, mais tarde, os alicerces culturais de uma metrópole latina.

Exposição: Mosteiro da Luz: 240 anos
Curadoria: Maria Inês Lopes Coutinho
Pesquisa histórica: Dalton Sala
Instalação: Wilson Sukorski
Abertura: 2 de fevereiro de 2014, domingo, às 10h
Período: 4 de fevereiro a 9 de março de 2014
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo – www.museuartesacra.org.br
Avenida Tiradentes, 676 – Luz, São Paulo
Tel.: (11) 3326-5393 – visitas monitoradas
Horário: De terça a sexta-feira, das 9h às 17h, sábado e domingo das 10h às 18h
Ingresso: R$ 6,00 (estudantes pagam meia entrada); grátis aos sábados

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s