GRUPO 3 DE TEATRO estreia mostra­­ de seu repertório com três espetáculos a preços populares no Teatro Sérgio Cardoso

Grupo fundado pela atriz Débora Falabella, pela diretora e atriz Yara de Novaes e pelo diretor, pesquisador e produtor cultural Gabriel Paiva comemora 8 anos com apresentações de A Serpente, O Amor e Outros Estranho Rumores e O Continente Negro a partir de 3 de setembro e prepara uma estreia para outubro.

Neste segundo semestre, será possível acompanhar a trajetória completa do Grupo 3 de Teatro, dirigido por Yara de Novaes, Débora Falabella e Gabriel Fontes Paiva desde 2005. Durante cinco semanas, de terça a domingo, o palco do Teatro Sérgio Cardoso recebe as peças A serpente (2005), releitura do clássico de Nelson Rodrigues, O amor e outros estranhos rumores – 3 histórias de Murilo Rubião (2010), adaptação de Silvia Gomez para a obra de Murilo Rubião – ambas com direção de Yara de Novaes – e O Continente Negro (2007), texto inédito no Brasil do dramaturgo chileno Marco Antônio de La Parra, dirigido por Aderbal Freire-Filho.

A Mostra de Repertório estreia dia 3 de setembro, terça-feira, às 21 horas e fica em cartaz até 6 de outubro. Ao mesmo tempo, o grupo se prepara para a estreia de um novo espetáculo em outubro, no Centro Cultural Banco do Brasil.

Todos os espetáculos do Grupo 3 alinham profundo trabalho de pesquisa teatral à busca incessante por abordagens inovadoras, criando assim uma unidade na pesquisa e na concepção cênica. Parte desta coerência artística está no fato do Grupo se manter o mesmo desde sua fundação, e também por trabalhar com colaboradores artísticos permanentes, como o músico Morris Picciotto, que compõe todas as trilhas dos espetáculos, o arquiteto e artista plástico André Cortez, que assina os cenários de todas as montagens e a dramaturga e jornalista Silvia Gomez, que adaptou a obra de Murilo Rubião e traduziu O Continente Negro. Juntos, Yara, Débora, Gabriel, Morris, André e Silvia são os responsáveis pela trajetória do Grupo.

Foto 1 A Serpente - Lenise Pinheiro

A SERPENTE

Terças e quartas, às 21h

Débora Falabella interpreta Guida, uma mulher muito ligada à irmã Lígia (Débora Gomez). Ambas casam no mesmo dia e, com os maridos, dividem um apartamento em Copacabana. Um ano depois do casamento, Guida vive uma intensa lua-de-mel e Lígia é praticamente virgem. Muito infeliz, Lígia expulsa o marido de casa e diz para a irmã que está pensando em morrer. Guida faz uma proposta: a irmã deve passar uma noite com seu marido. Com um ritmo rápido e texto sucinto – em apenas um ato – o dramaturgo Nelson Rodrigues (1912-1980) conseguiu escrever uma peça inteira sobre um tema familiar: a paixão de duas irmãs pelo mesmo homem. Completam o elenco Alexandre Cioletti, Augusto Madeira e Cyda Morenyx. “É uma montagem que privilegia o trabalho do ator, ressaltando a teatralidade do texto de Nelson Rodrigues, em uma leitura com os olhos de hoje”, destaca a diretora Yara de Novaes.

Foto 1 O Continente - foto de Lenise Pinheiro

O CONTINENTE NEGRO

Quintas e sextas, às 21h

Dirigido por Aderbal Freire Filho, o texto do chileno Marco Antônio de La Parra fala sobre relações amorosas de forma fragmentada, com diferentes personagens e histórias. O elenco enxuto traduz os diversos personagens de Marco Antônio e se desdobra para contar a vida de 12 personagens. Segundo o diretor, ”há situações que são bem dramáticas, estão todos em busca de uma saída”. O elenco é formado por Yara de Novaes, Débora Falabella e Rodolfo Vaz.

Foto 1 O Amor - foto de Angelica del Neri

O AMOR E OUTROS ESTRANHOS RUMORES

Sábados, às 21h e domingos, às 18h

A dramaturga Silvia Gomez escreveu este espetáculo a partir de contos do mineiro Murilo Rubião (1916-1991), pioneiro do realismo fantástico brasileiro. Yara de Novaes dirige o espetáculo que mergulha em três de seus contos: Memórias do Contabilista Pedro Inácio, Os Três Nomes de Godofredo e Bárbara. A montagem apresenta histórias que trazem à tona questões extraordinárias sobre amor e solidão. No elenco, Débora Falabella, Rodolfo Vaz, Maurício de Barros e Priscila Jorge.

 

Serviço

Teatro Sérgio Cardoso – sala Sérgio Cardoso. Lotação: 835 lugares. Rua: Rui Barbosa, 153 – Bela Vista – São Paulo – SP. Telefone: (11) 3288 0136. Estações do Metrô próximas: São Joaquim e Brigadeiro. Estrutura: Ar-condicionado. Acessibilidade para pessoas com necessidades especiais. Horário de bilheteria: Vendas Antecipadas: quarta a sábado das 14h às 19h. Nas datas dos espetáculos os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro a partir das 14h até o horário da apresentação. Vendas pelo Telefone ou Internet: Ingresso Rápido – site: http://www.ingressorapido.com.br – telefone: (11) 4003 1212. Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia).

Temporada: de 3 de setembro a 6 de outubro. A Serpente: terças e quartas às 21h. O Continente Negro: quintas e sextas às 21h. O Amor e Outros Estranhos Rumores: sábados às 21h e domingos às 18h. Duração dos espetáculos: A Serpente: 60 min. O Continente Negro: 70 min. O Amor e Outros Estranhos Rumores: 90 min. Recomendação Etária: A Serpente: a partir de 14 anos. O Continente Negro: a partir de 12 anos. O Amor e Outros Estranhos Rumores: a partir de 12 anos.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s