MADE – Mercado de Arte, Design, Etc, acontece de 14 a 18 de agosto

Este slideshow necessita de JavaScript.

Evento faz parte do DW! Design Weekend de São Paulo e será uma plataforma de discussão aberta sobre design e arte e contribui para aproximar público desse universo

Uma plataforma multifacetada que apoia não apenas o design – do vintage ao contemporâneo – mas também as áreas convergentes como arte, fotografia, projetos gráficos e artesanato. Este é o objetivo do Salão MADE – Mercado de Arte, Design, Etc – que acontecerá entre os dias 14 e 18 de agosto e será realizado no Jockey Club de São Paulo. A ideia é criar um cenário onde designers, arquitetos, entusiastas, colecionadores e galeristas possam encontrar um espaço aberto para a discussão em torno desses temas e comprardesign de qualidade em edições limitadas ou peças únicas. A idealização do MADE é deWaldick Jatobá, que também é o diretor artístico e curador; a organização e coordenação ficam a cargo de Kátia d’Avillez. Maria Helena Estrada reforça a parceria e atua como consultora especializada.

Os tradicionais espaços do Jockey Club SP serão transformados pelo Atelier Marko Brajovic em instalações contemporâneas para a exposição dos trabalhos e produtos, aproveitando a luz natural e as áreas verdes para receber galerias já estabelecidas e jovens designers. O jardim do Orsine, por exemplo, foi totalmente redesenhado para abrigar as atividades externas do MADE. A planta integrada permitirá que os 8 mil visitantes esperados no evento possam percorrer os 3 mil metros quadrados do Jockey de uma forma fluida e experimental, encontrando vários caminhos para ver todas as atrações e produtos.

O MADE pretende atrair um público interessado por design e que divida a mesma vontade em expandir seu conhecimento. “MADE representa uma atitude que vem de uma ação. A missão desse projeto é motivar o debate claro e direto, conectando segmentos diferentes, para que o design se torne uma ferramenta de competitividade, diferenciação e inclusão, colaborando e fomentando o crescimento econômico do Brasil”, explica Waldick Jatobá.

EXPOSIÇÕES E DESIGNERS

Galerias de design contemporâneo e vintage como Firma Casa, Luciana Caravello, Passado Composto, Arte Mobilia e Atelier Hugo França, irão expor exclusivamente no MADE seus mais recentes itens. O Design Gráfico também estará introduzido na mostra, através de instalações gráficas – uma delas criada pelo estúdio mineiro Greco Design – bem como a relação do design com o artesanato brasileiro, como a exposição do Artesol.

Uma área chamada “Coletivo” trará uma nova proposta de curadoria, mostrando o frescor da produção contemporânea de design/arte, a partir da apresentação de alguns designers que trabalham por conta própria e que terão a oportunidade de mostrar suas criações e protótipos ao mercado. Um grupo formado por Bruno Simões, Vera Santiago e Ricardo Gaioso foi convidado pelo curador para, em conjunto, identificar esses novos talentos.

A dupla de designers americanos, Daniel Arsham e Alex Mustonen, do Coletivo Snarkitecture, foi convidada para criar uma instalação específica usando restos de materiais da fábrica da Electrolux para a entrada do MADE. www.snarkitecture.com

Os designers do escritório de arquitetura bARST (www.b-arst.comformado por 2 arquitetas – uma belga, Sarah Swolfs e outra brasileira, Patricia Garcia Padilha – criarão um banco multimídia, peça de mobiliário urbano inspirada na topografia de São Paulo. Será uma experiência, onde os visitantes poderão sentar, entre outras funções.

Duas exposições, uma de designers belgas e outra de designers holandeses, ocuparão o espaço do Jockey Club. MADE escolherá um designer holandês renomado para homenagear como “Designer do Ano”.

·         Exposição Belga: A exibição “Poesia em formas no design belga contemporâneo” tem a ambição de revelar pela primeira vez ao público brasileiro o gênio, a excelência e a complexidade da criação belga na área do design. A exposição tem curadoria do belgas Elien Haentjens e Davide M. Parrilli para selecionar obras de três criadores que pertencem à geração de designers que está levando a criatividade e a inovação belga pelo mundo. Os trabalhos de Bram Boo, Maarten de Ceulaer e Raphaël Charles serão expostos pela primeira vez no Brasil.

·         Exposição Holandesa: Ernerstien Idenburg e Gilian Schrofer são os curadores holandeses para a exposição que mostrará o mobiliário holandês dos últimos 100 anos. Na grande maioria serão modelos de cadeiras na escala 1:15 produzidas a partir do processo de impressão 3-D.

FÓRUM DE PALESTRAS

O programa desta edição do MADE visa informar o público com um forte programa educacional desenvolvido por meio de conferências internacionais, mesas redondas, oficinas, entre outras ações.

Designers de destaque da Holanda e da Bélgica, além de Beatriz Milhazes, Alex Mustonen e Daniel Arsham se apresentarão durante os quatro dias do MADE. Para inovar o conteúdo do programa, um seminário de design urbano, coordenado por Ana Carla Fonseca, acontecerá no dia 17 de agosto e contará com a participação de profissionais vindos da Holanda, Portugal e Estados Unidos.

SOBRE O MADE

Após dois anos repensando projetos e respaldados por experiências anteriores, os organizadores criaram o MADE. A expectativa é que MADE torne-se itinerante e chegue a outras cidades brasileiras. “Queremos colocar o Brasil no roteiro dos mais importantes eventos de design e arte do mundo”, destaca Jatobá.

MADE será um dos eventos da DW! Design Weekend e uma extensão deste festival.

MADE tem como Master Sponsor do UBS – forte apoiador de ações culturais – que elegeu o design no Brasil como plataforma de ação. Terá ampla participação e apoio cultural do Consulado do Reino dos Países Baixos em São Paulo. Esta é uma contribuição significativa que dará visibilidade através da participação de designers holandeses e formadores de tendência.

SONY DSC

Crédito imagens:

Artemobilia Galeria – Mesa Lateral Pétala e poltrona presidencial, ambas em jacarandá, de Jorge Zalszupin,  1960.

Passado Composto Século XX:

Tapeçaria de Genaro Carvalho; Poltrona Sonâmbula de J. Tenreio e quadro de

Niobe Xandó.

Serviço

MADE – Mercado de Arte, Design, Etc

Data de abertura: 14 de agosto (para convidados e imprensa) – das 16h às 21h

Visitação: de 15 a 16 de agosto – das 14h às 21h; dia 17 de agosto – das 12h às 21h

dia 18 de agosto – das 12h às 20h.

Entrada: R$ 20 (com direito a participar das palestras); Estudante paga meia.

Local: Jockey Club de São Paulo

Endereço: Avenida Lineu de Paula Machado, 1.173 – São Paulo – SP

Mais informações sobre o evento: www.mercadodeartedesign.com

2 pensamentos sobre “MADE – Mercado de Arte, Design, Etc, acontece de 14 a 18 de agosto

  1. Maria cecília, você é uma cecília meireles dos novos tempos. Uma versão de mulher que transforma a ideia de produzir informação em poesia. Parece ter saido dos contos de fadas.
    Impressionante como é o seu bom gosto e refino por tantos assuntos interessantes e temas tão bem selecionados. Vou sempre buscar qualquer coisa de bom e de novo no seu blogue. Parabéns pela sua brilhante e admirável iniciativa
    Boa sorte e bons ventos para o seu trabalho

    Curtir

    • João, fico lisonjeada com a comparação, mas estou muito longe e aquém da brilhante escritora.O que faço, como você bem disse, é selecionar o que eu acredito ser o melhor para leitores exigentes e de bom gosto. Fico feliz que essa “agendona” seja útil a você.
      Abraços e muito obrigada!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s