Exposição de ceramistas mostra olhares da vida Urbana

Imagem

Artistas buscam inspiração nos acontecimentos do cotidiano. Peças estarão em exposição até o dia 06 de julho

Tudo que esta relacionado com a vida na cidade, é o significado de Urbano. Esse meio o qual vivemos tem características específicas, porém, olhares individuais.

Com a ideia de mostrar as mudanças que ocorrem na vida urbana, as ceramistas Lica Cruz e Neide Caldas apresentam entre os dias 26 de junho a 6 de julho na Fibra Galeria, localizada no bairro da Consolação – SP, a exposição UrBanIdAdes” sob curadoria de Oscar D’Ambrósio.

A exposição traz os aspectos complexos de se viver em uma cidade e suas dimensões peculiares do urbano sob a visão de duas artistas contemporâneas que desenvolvem um trabalho em cerâmica tendo como poética o resgate das memórias transformando-as em uma linguagem contemporânea. “A vida urbana sufoca muitos sentimentos. Cabe a cada um de nós, digerir e transmutar, tirando o lado bom, absorvendo, transformando e mantendo o equilíbrio”, conta a ceramista Lica Cruz.

Todas as obras expressam as diversas visões do Urbano, o fascínio do poder tudo e ao mesmo tempo o processo da perda de identidade, representadas com pássaros em cerâmica usando sapatinhos delicados. Já a segunda mostra, retrata a vida urbana orgânica com tecidos de algodão pintados e folhas de cerâmica.

As respostas estão nas imagens e memórias. Os pássaros, por exemplo, já estão no muro observando a vida urbana e aprendendo novos hábitos. Alguns já estão se transformando em pessoas. “Tenho visto pássaros tomando banho em bebedouros de cachorro e comendo sua ração. Não duvido estar vendo-os daqui a algum tempo usando sapatinho como nós.”, expressa Lica.

Já Neide Caldas contrasta sua obra com o orgânico. “Quando olhamos o mundo, ele nos olha também. É uma relação de duas vias, modificamos e somos modificados. Trabalho fundamentalmente com uma volta a natureza, movimento que fiz na minha vida. sempre estou envolvida com a paisagem, o morar, o espaço e com o urbano.”

Visões do curador Oscar D’Ambrosio

 UrBanIdAdes”

Viver em uma cidade traz muitos aspectos complexos. O principal talvez seja a multiplicidade de visões que ela oferece. Se há um fascínio em poder ver tudo ao mesmo tempo rapidamente, também há nesse processo uma gradual perda de naturalidade e de identidade.

Ocorre um afastamento do contato com a essência e um desejo muitas vezes de escapar para novos ambientes, marcados pelo desconhecido e pelo sonho. Nesse sentido, juntar a si mesmo e às próprias memórias constitui um desafio permanente. Somos feitos na manta urbana dos pedaços do que fomos e, a partir dela, chegamos ao que podemos ser.

Lica Cruz e Neide Caldas trazem nesta exposição suas dimensões peculiares do urbano. A primeira coloca pássaros em cerâmica com sapatinhos delicados, numa atmosfera de paredes e linhas que conquistam o espaço. A segunda lida com tecidos de algodão pintados e folhas de cerâmica para erguer a sua própria urbanidade orgânica.

As respostas mais inauditas ao desafio citadino são encontradas quando se trata de descobrir aquilo que o cotidiano da metrópole não mostra claramente, mas que está dentro de todos nós, como um pássaro de expressões humanas com os pés protegidos ou fragmentos da existência unidos pelo tempo e pelo trabalho dedicado.

Sobre as artistas

Lica Cruz – Eliane Rozalo Oliveira Cruz, técnica em Decoração de Interiores pelo Instituto Mackenzie e Ilustradora pela Escola Panamericana de Artes. Iniciou na cerâmica em 1992 e teve como mestras: Célia Cymbalista, Sara Carone, Sheila Nachtigall, Ivone Shirahata e Shoko Susuki. Foi classificada para a Bienal Internacional de Curitiba em 2008, participou de exposições no Instituto Britânico, no Bunkyo e na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Neide Caldas – Paulistana e formada em Arquitetura, pela FAU/USP, iniciou os estudos em cerâmica em 2000 nos Ateliers de Sheila Nachtigall e Shoko Suzuki. Participou de uma série de Concursos e Exposições nacionais e internacionais, entre eles: Museu de Carouge – Genebra (Suíça), Cerco – Zaragoza (Espanha), Bienal de Artes de Santos – Santos (São Paulo), Salão Bunkyo de São Paulo, Salão Paranaense de Cerâmica – Curitiba (Paraná).

Oscar D’Ambrosio (Curador) – Integra a Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA-Seção Brasil). É doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie e mestre em Artes pelo Instituto de Artes da UNESP.

 

Exposição “UrBanIdAdes”

Local: Fibra Galeria

Vernissage: 26 de junho, às 19.

Exposição: 27 de junho a 06 de julho de 2013

Horários: De 2ª feira a 6ª feira das 11h às 19h / Aos sábados das 11h às 16h

Endereço: Rua Tupi, 792 – São Paulo – SP.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s